Personagem Félix consagra Mateus Solano em ‘Amor à Vida’

Em um ano em que novelas das seis e das sete não empolgam, ator se destaca como o vilão das nove

Por O Dia

Rio - Ele salgou a Santa Ceia, tomou caipirinha no Santo Graal, sambou no Santo Sepulcro, cobrou pedágio na Via Sacra. Foram tantos os bordões e as maldades que o personagem de 2013 nas novelas só podia ser Félix, o mau-caráter vivido por Mateus Solano em ‘Amor À Vida’. Um papel que consagra o ator como um dos melhores de sua geração, na opinião do autor da novela, Walcyr Carrasco.

Félix caiu nas graças do público. Além das maldades%2C ele diverte com suas tiradas engraçadasDivulgação

“O Mateus é um ator maravilhoso. Tenho muito orgulho de ele ser o meu Félix. É uma integração entre ator e texto que poucas vezes eu vivi na vida, porque ele entende todas as intenções do texto”, derrete-se Carrasco.

O ano teve ainda outros dois vilões que roubaram a cena dos protagonistas: os malvados Wanda (Totia Meirelles) e Russo (Adriano Garib) em ‘Salve Jorge’. Ainda na Globo, esperava-se mais de novelas como ‘Joia Rara’ e ‘Além do Horizonte’, que não decolaram, com audiências entre 16 e 18 pontos. Já o remake de ‘Saramandaia’, escrito por Ricardo Linhares, resgatou o realismo mágico e deu nova roupagem aos personagens criados por Dias Gomes.

SBT acerta no público infantil e Record não agrada com remake

Em 2013, o SBT mirou novamente no público infantil e acertou em cheio. ‘Carrossel’, que só terminou em julho deste ano com mais de 300 capítulos, teve médias de 15 pontos e vendeu mais de um milhão de produtos com a marca. ‘Chiquititas’, que estreou em julho, segue o mesmo caminho de sua antecessora, conquistando a garotada com uma história leve e muitos clipes musicais. O resultado se reflete em números: audiência de 13 pontos, consolidando a vice-liderança, e licenciamento de 300 produtos com a marca.

As crianças de ‘Chiquititas’, a maioria sem experiência na TV, superaram as expectativas do diretor Reynaldo Boury. “O elenco infantil é sensacional, apesar de a maioria nunca ter participado de novelas. Todos, sem exceção, com nota máxima em aplicação, dedicação e profissionalismo”, elogia.

A turma de ‘Carrossel’ deu frutos. No dia 11 de janeiro, o SBT estreia a série ‘Patrulha Salvadora’, com parte do elenco da novelinha. São nove heróis mirins, entre eles Cirilo (Jean Paulo Campos) e Maria Joaquina (Larissa Manoela), que usam seus poderes para desvendar crimes. Com exibição aos sábados, às 20h30, a primeira temporada terá 13 episódios.

A atriz Ângela Leal viveu a feirante Dona Xepa na novela da RecordDivulgação


Na Record, a minissérie bíblica ‘José do Egito’, estrelada por Ângelo Paes Leme, não repetiu o êxito das anteriores, apesar da produção caprichada. Ao longo de 38 episódios, teve média de 11 pontos. A próxima minissérie é ‘Milagres de Jesus’, prevista para estrear no dia 22 de janeiro.

Já o remake de ‘Dona Xepa’, rotulada pela própria emissora como uma novela de transição e por isso mais curta, era uma aposta. No entanto, a história da feirante vivida por Ângela Leal naufragou com a baixa audiência, em torno de 8 pontos. Nem o esforço da atriz, criticada pelo sotaque, salvou a trama insossa.

Em sua estreia na emissora, Carlos Lombardi tenta dosar seu conhecido estilo de humor com drama e romance policial em ‘Pecado Mortal’. Sem falar na legião de descamisados — outra marca do autor — que povoa a trama. Mas a história que aborda a guerra entre bicheiros cariocas, ambientada na década de 70, parece não sair do lugar, apesar de ter muita briga e correria.


Últimas de Televisão