Por daniela.lima
Na delegacia, Aline diz para o delegado que é inocente. 'Eu amo o César'Divulgação

Rio - Após armar um plano para fugir do país, Aline (Vanessa Giácomo) será surpreendida por policiais, que impedem seu avião de decolar e a levam para a cadeia. Na sequência de ‘Amor à Vida’, a partir do dia 28, Félix (Mateus Solano) ameaça fazer um strip-tease em pleno aeroporto se os policiais federais não impedirem a fuga de Aline. Após o ex-vendedor de hot-dog desabotoar as calças, os oficiais entram no avião e levam a vilã detida: “Me soltem! Eu sou inocente!”, grita Aline.

Mais tarde, na casa onde César (Antonio Fagundes) morava, os investigadores encontram uma cova rasa com um corpo. O perito o descreve como o de uma mulher de meia idade, morena e com cabelos longos, em estado avançado de decomposição.

“Só pode ser a Mariah (Lúcia Veríssimo), ela sumiu sem dar notícias. Com certeza é a Mariah”, afirma Félix. Aliás, é ele quem vai levar a má notícia a Paloma (Paolla Oliveira), que se espanta ao saber da cova. “Eu só a vi uma vez, mas tenho certeza. Era a Mariah. A sua mãe biológica”, explica ele. Paloma: “A minha mãe. Eu nem tive tempo de conhecê-la direito”.

Na delegacia, Aline afirma que sua prisão é ilegal. O delegado esclarece que o tempo que ela ficou detida com os policiais federais foi suficiente para conseguirem um mandado. “A senhora está sendo indiciada por crimes graves, como cárcere privado e tentativa de homicídio... E eu tenho certeza que mais coisas virão à tona nessa história”, explica. Ao tomar consciência de que está em desvantagem, Aline muda de postura e se faz de vítima: “Doutor, eu sou inocente. Absolutamente inocente. Eu amo o César, meu marido”.

Você pode gostar