Por tabata.uchoa

Rio - Mateus Solano e Thiago Fragoso contaram ao "Fantástico", exibido na noite deste domingo, como foi gravar a cena mais esperada do último capítulo de "Amor à Vida": o beijo gay entre Félix e Niko. "Puxou o tapete de muita gente preconceituosa que acabou gostando do casal e até torcendo pelo tal do beijo, né?", disse Mateus Solano.

Mateus Solano fala sobre o beijo gay ao 'Fantástico'Divulgação

Para Thiago Fragoso, o tabu do beijo gay perdeu a importância porque o público "se apaixonou pelos personagens". "O público se apaixonou por esses dois personagens e torceu para que eles fossem felizes, para que eles ficassem juntos. Esse foi o grande passo. O beijo foi uma consequência, e aí que o tabu realmente perdeu importância porque as pessoas já estavam torcendo pela felicidade desses dois", disse.

A cena foi mantida em sigilo absoluto. "A nossa cena não tinha nenhuma indicação do beijo. Ela acabava e tinha vários asteriscos no final, duas linhas de asteriscos. E era isso", contou Thiago Fragoso. "Eu liguei para o Thiago e falei: ‘Viu os asteriscos?’", revelou Mateus.

Félix e Niko se beijam no final de 'Amor à Vida'Alexandre Brum / Agência O Dia

Beijo Tarcísio Meira

Mateus Solano contou que apelidou o beijo de Tarcísio Meira. "Se fosse só um estalinho, acho que seria covarde. Então foi na medida certa do que o público estava esperando e precisando. E a gente chamou de beijo Tarcísio Meira, porque é um beijo com a boca fechada, mas longo", afirmou.

“A gente foi buscar lá atrás na televisão, aquelas coisas mais antigas assim, que são coisas bem plásticas, bem épicas, que o pessoal em casa olha e diz ‘own’. Eu e Mateus somos atores muito entregues, então a gente não tem pudor na hora de fazer a cena”, completou Thiago.

Mateus contou que a única coisa que atrapalhou foi a barba. "Não tem muito espaço para ‘é estranho’ ou ‘não é’, mas a barba é um incômodo", disse.

Você pode gostar