'Foi uma covardia o que fizeram comigo', diz Russo sobre demissão da Globo

Ex-assistente de palco participou do programa 'Domingo Show', da Rede Record

Por O Dia

Rio - Antônio Pedro de Souza e Silva, o Russo, 83 anos, concedeu uma entrevista ao programa Domingo Show, da Rede Record, falando sobre sua demissão da Rede Globo. "Fui mandado embora da Globo sem pai e sem mãe. Foi uma covardia o que fizeram comigo", declarou.

Russo no palco do 'Domingo Show'Reprodução Internet

Mais do que a dificuldade financeira, segundo Russo, o que o magoa é a impossibilidade de trabalhar. Aposentado há mais de 20 anos, o operador de aúdio e assistente de palco continuou trabalhando na Globo. Porém, em março deste ano, depois de sofrer um infarto no trabalho, a Globo o obrigou a ficar em casa e bloqueou seu crachá, o impedindo de entrar no Projac.

De acordo com Adriana Melo, companheira de Russo, a Globo se comprometeu a pagar o plano de saúde e uma renda por mais cinco anos. Já segundo o próprio Russo, ele ganha apenas "mil e poucos" reais de aposentadoria e na entrevista ele não confirmou a "renda" que sua companheira citou.

Durante o programa, Russo ganhou um cheque de R$ 10 mil da Rede Record. Porém, ele saiu sem um emprego, fato que mais o incomoda. "É que eu não tenho a caneta, mas se tivesse eu contratava o Russo", disse Geraldo Luis, apresentador do 'Domingo Show', sobre a não contratação de Russo. 

Crachá de Russo na Globo foi quebrado ao meio pelos computadores da RecordReprodução

Em outro momento, a Rede Record aproveitou o caso para alfinetar a concorrente. Em uma imagem simbólica, o crachá de Russo na Globo foi quebrado ao meio pelos computadores da Record.

Essa não é a primeira vez que o programa da Record, produzido pelo departamento de jornalismo, alfineta a concorrência. Rodolfo, da dupla com ET, que processa o SBT,  Zina (Rede TV!) e familiares de Mussum (Globo) já passaram pelo palco do 'Domingo Show' falando sobre seus dramas.






Últimas de Televisão