Selinho entre Clara e Marina, na trama 'Em Família', divide opiniões

Cena de beijo do casal gay fica entre os assuntos mais comentadosnas redes sociais, mas não alavanca o ibope da novela de Manoel Carlos

Por O Dia

Rio - O selinho foi tímido, sem muito calor. O tão esperado beijo das personagens Marina (Tainá Muller) e Clara (Giovanna Antonelli), que foi ao ar anteontem, na novela ‘Em Família’, dividiu opiniões e deixou a cena entre os assuntos mais comentados no Twitter. De um lado, a torcida ‘Clarina’ comemorou o beijo do casal nas redes sociais. De outro, parte do público reclamou que faltou emoção. Fora os que não gostaram da cena. “A Clara olhando pra boca da Marina foi a coisa mais sensual desse beijo”, comentou uma internauta, integrante da página ‘Clarina’, no Facebook.

Beijo entre casal Marina e Clara aconteceu nesta segunda-feira; os fãs das duas reclamaram na internet que ele foi discreto demaisDivulgação


Foi o segundo beijo gay exibido pela Globo. O primeiro aconteceu na novela ‘Amor à Vida’, entre os personagens Niko (Thiago Fragoso) e Félix (Mateus Solano), com grande repercussão. Embora o beijo de Clara e Marina tenha sido bastante comentado nas redes sociais (foi o segundo nos trending topics do Brasil no Twitter), a cena não causou tanto frisson quanto a primeira. 

O autor Manoel Carlos garante que mais surpresas vêm por aí (segundo ele, haverá outros beijos entre as duas). A verdade é que o selinho foi uma tentativa de alavancar o ibope nas últimas semanas da trama. Em vão. O capítulo de segunda-feira marcou 29 pontos de audiência e pico de 31, mesma média que vinha alcançando nas últimas semanas.

O blogueiro Hugo Gloss fez questão de mostrar seu desapontamento com a cena. “Foi só um selinho? Eu crente que ia ter briga de aranha. Ai, gente. Eu já estava louca com minha peruca da cantora Joana esperando esse beijo e foi só um selinho”, escreveu ele no Twitter. Outra internauta dizia: “Ai, Manoel Carlos...você acaba com a expectativa da população.”

Nas ruas do centro da cidade, a opinião também ficoudivida. O corretor de imóveis Klemper Lopes, de 56 anos, adorou a cena romântica. “Claro que vale a pena mostrar o beijo. É lindo ver duas mulheres se beijando, duas mulheres lindas, delicadas. Eu pegaria as duas. Esse Cadu é um frouxo. No início da novela, o Cadu (Reynaldo Gianecchini) dormia de um lado da cama e a mulher virada para o outro. Mereceu. E vou te dizer, foi maravilhoso o beijo. É o amor!”, sentenciou Klemper.

Mas nem todo homem gostou do que viu. O motoboy Leandro Paixão, 30 anos, não aprovou o horário em que a cena foi mostrada. “Acho que esse tipo de coisa deve ir ao ar mais tarde, por causa das crianças”, argumentou. Já a advogada Ana Cristina Sousa, 35, assistiu à novela ao lado da filha e não viu problema algum: “Foi uma cena ingênua, com bastante carinho. Minha filha de 4 anos estava junto e falou: ‘Ih, mamãe, elas beijaram’. É difícil dar explicações para ela nessa idade. Mas não achei nada agressivo.”

Maria do Espírito Santo, aposentada, 68 anos, não compartilha a mesma opinião de Ana Cristina. “Detestei. Foi ridículo. Deprime a gente, vai contra os meus costumes, Não quero ver mais beijo gay nenhum.” 

Para a adolescente Giovanna Azevedo, 14 anos, foi tudo lindo: “Achei o beijo bonito, de bom gosto. Eu estava na torcida, esperando por isso.”

Últimas de Televisão