Por karilayn.areias

Rio - O destino conspira a favor de José Alfredo (Chay Suede/ Alexandre Nero) , homem de origem humilde que, depois de perder o amor de sua vida — ele tem um romance com Eliane (Vanessa Giácomo), a cunhada, interrompido por uma traição da irmã dela —, se transforma em dono de um império. Na sequência da novela ‘Império’, de Aguinaldo Silva, que estreia hoje, às 21h, na Globo, ele conta sua história de amor perdido a Sebastião Feliciano (Reginaldo Faria), um desconhecido que ele encontra na rodoviária, que se comove e lhe dá emprego de guarda-costas num garimpo de diamantes.

‘Império’%2C de Aguinaldo Silva%2C estreia hoje%2C às 21h%2C na GloboDivulgação

No mesmo dia, José Alfredo segue de helicóptero com o patrão para o Monte Roraima. Ao chegarem, ficam sabendo que o chefe e explorador dos garimpeiros foi morto e já substituído por Bigode (Ed Oliveira), um bandido que acaba esfaqueando Sebastião. Zé atira em Bigode e tenta salvar seu amigo, mas não consegue. Antes de morrer, Sebastião lhe entrega uma maleta com instruções, o número de uma conta bancária em Zurique, na Suíça, e manda que ele procure uma pessoa.

A partir daí a vida de José Alfredo muda. Ele passa a ganhar muito dinheiro e se casa com Maria Marta Mendonça de Albuquerque (Adriana Birolli/Lilia Cabral), com quem terá três filhos, Maria Clara (Andreia Horta), José Pedro (Caio Blat) e João Lucas (Daniel Rocha de Azevedo). Mas depois de um tempo, o casamento será apenas de fachada. Sobre o relacionamento com Maria Marta, Aguinaldo explica: “Ele se casou com Maria Marta porque ela, apesar de falida, era de família quatrocentona e daria aos negócios dele um prestígio que ele jamais conseguiria. Mas também casou porque se sentiu atraído, e a atração foi recíproca. Os dois foram cúmplices muito tempo, e se deram muito bem na cama e na vida. Até que ela, ao ver que a empresa cresceu tanto, achou que era mais competente do que ele na condução dos negócios e tentou derrubá-lo do poder. A partir daí, viraram inimigos. Por mais que isso pareça estranho, me inspirei na relação de D. João VI com Carlota Joaquina para criar a trama entre os dois.”

Você pode gostar