Por daniela.lima
Em 'Império'%2C Téo leva nova surra de Cláudio após postar nota no blogDivulgação

Rio - Depois de cuidar de Leonardo (Klebber Toledo) — ele foi vítima de um ‘boa noite Cinderela’ —, Cláudio Bolgari (José Mayer) não tem dúvidas que foi Téo Pereira (Paulo Betti) quem planejou tudo e parte para o apê do fofoqueiro para pegar as provas de que ele e Leonardo eram amantes. Na sequência de ‘Império’, a partir do dia 29, o cerimonialista aproveita que Érika (Letícia Birkheuer) chega ao prédio de Téo, e força a barra para entrar com ela. A jornalista pede que não a comprometa, Cláudio retruca: “Você se comprometeu quando se prestou ao papel de paparazzo, tirando aquela foto minha com o Léo e fazendo esse estrago na minha vida. Agora não foge da raia! Você me deve essa.”

Ao entrarem no apê, Erika aponta o copo de uísque, a garrafa vazia sem a tampa e o balde de gelo virado, na mesa e avisa: “Na certa, Téo tá apagado. E vai acordar na maior ressaca. Para evitar uma confusão maior, deixa sua visita pra outro dia.” Aflita, a loura reforça que precisa do emprego e que vai se ferrar se Téo acordar e encontrá-lo ali. Cláudio diz para ela não se preocupar que ele dirá que a obrigou a deixá-lo entrar e que ela não teve alternativa.

Cansado de esperar, Cláudio, num rompante, vai ao quarto do fofoqueiro e bate forte na porta. Téo surge de robe, xingando e leva um susto. Tenta fechar a porta, mas Cláudio o impede e diz que foi lá para falar sobre o que aconteceu a Leonardo. Téo: “E daí que ele levou um boa noite Cinderela?” Cláudio: “Daí que só roubaram o que interessava a você! Ele me contou tudo, inclusive a história do teste para um filme que você arranjou com um diretor, que quase terminou no sofá. E em troca pediu provas do meu relacionamento com ele, que sumiram depois que ele falou que não ia lhe dar nada!”

A discussão esquenta. Cláudio começa a revirar as gavetas. O colunista corre para o computador e digita:“Extra!Extra! Cláudio Bolgari, o famoso cerimonialista, invadiu minha casa e está me assediando.” Cláudio pula em cima dele, mas Téo já apertou o botão de enviar — e cai na gargalhada. Cláudio perde as estribeiras de vez, bate muito em Téo e o obriga a desmentir o que publicou no blog. Sem saída, Téo escreve: “Fica o dito pelo não dito. A nota que dei sobre Cláudio Bolgari, devidamente apagada.Foi apenas uma brincadeira de mau gosto.”

Você pode gostar