Por daniela.lima

Rio - Ficção científica aliada a uma boa dose de drama humano. Essa é a receita da série canadense ‘Orphan Black’, que estreia amanhã, às 22h, no A&E. Na história, Sarah Manning (Tatiana Maslany) testemunha o suicídio de uma estranha de aparência idêntica à sua e resolve assumir a identidade da moça, acreditando que vai resolver todos seus problemas financeiros ao pegar para si o dinheiro da conta bancária da desconhecida. 

A atriz Tatiana Maslany ganhou vários prêmios pelos onze clones que interpreta no seriado do A%26EDivulgação


O que ela ignora, no entanto, é que faz parte de um complexo e secreto experimento de clones humanos e que há, ainda, várias outras cópias com rosto igual ao seu. Um dos grandes méritos da série, aclamada pela crítica, é mesclar a trama de clonagem às questões de cada uma das personagens, explorando suas diferenças em temas como a sexualidade, a maternidade e a fé.

O destaque da atração é a atuação de Tatiana Maslany, que chega a interpretar onze clones com personalidades e até sotaques completamente distintos, o que rendeu à atriz prêmios como o Critics’ Choice Television Award e o Young Hollywood Awards, entre outros.

A série que chega ao canal amanhã já caminha para sua terceira temporada lá fora e, por aqui, também pode ser acompanhada pelo Netflix.

Você pode gostar