'Império': Maria Ísis e Comendador se casam

José Alfredo leva a ruivinha para Monte Roraima e os dois trocam juras de amor

Por O Dia

Comendador e Maria Ísis vão ficar juntosDivulgação

Rio - Chegou o tão sonhado dia em que Maria Ísis (Marina Ruy Barbosa) se casa com José Alfredo (Alexandre Nero). A ruivinha embarca com o Comendador em seu jatinho rumo ao Monte Roraima. Na sequência de ‘Império’, a partir do dia 31, apaixonado, o empresário se declara: “Me deu uma paz fazer essa viagem contigo. Espero que essa paz não acabe depois que a gente voltar. Porque está pra acontecer uma grande virada na minha vida... Mas prometi a mim mesmo que não vou pensar nessas coisas nesses dias.

Quero só alegria, paz, felicidade. Essa viagem vai ser inesquecível!” Ísis confessa que está louca para saber qual é a surpresa que ele preparou para ela. Mas J.A. faz segredo e eles brindam com champanhe.

Já em Roraima, o casal troca o jatinho por um helicóptero. Ísis se empolga: “Parece que vou acordar a qualquer momento. Você tá me fazendo a mulher mais feliz do mundo.” J.A.: “E vou fazer mais ainda.” Eles chegam. Ísis se encanta com a paisagem e ele fala da magia do lugar: “Queria lhe mostrar o lugar de onde vem minha força e que faz de mim o homem que sou.” Em seguida, José Alfredo providencia a surpresa. Ela fica de olhos fechados, e ele coloca nela um vestido branco. E, só depois de tecer uma coroa de flores e lhe entregar, deixa que abra os olhos. Ísis pergunta o que isso significa. Emocionado, J.A. diz: “Que quero me casar contigo! Não um casamento tradicional, segundo a lei dos homens. Mas aqui, no coração do mundo, um casamento diante de Deus. Que é o que vale. Com o meu Monte por testemunha a selar nosso amor eternamente.” J.A. e Ísis se beijam. Logo depois, o próprio José Alfredo realiza o casamento e eles se beijam de novo e, em seguida, jantam no platô, onde Josué (Roberto Birindelli) montou uma linda mesa.

Mas nem tudo serão flores. Depois da ceia, o comendador vai dar uma volta e pede a Josué que tome conta de Ísis. Na caverna onde escondeu seu diamante, retira a pedra que serve de porta ao ‘cofre’. Mete a mão, tateia desesperado e cai de joelhos: “Não acredito, roubaram minha maior riqueza! Tiraram um pedaço de mim: arrancaram meu coração! Minha sorte foi embora.” Se curva e, com a testa no chão, completa: “Sem meu diamante, my precious, não sou nada.”

Últimas de Televisão