Marcelo Serrado relembra início da carreira: 'Eu era muito ruim'

O ator também falou sobre seus personagens marcantes, como o Crô, de 'Fina Estampa'

Por O Dia

São Paulo - Marcelo Serrado participou da gravação do Altas Horas, que convidou atores que também cantam, na tarde dessa sexta-feira, em São Paulo. Além de cantar e falar sobre seu atual trabalho, o stand up comedy "É o que temos para hoje", o ator relembrou o início da carreira com o público e não se poupou de autocríticas.

Marcelo Serrado foi um dos convidados no programa Altas HorasAndré Luiz Mello / Agência O Dia

"Eu era muito ruim quando comecei. É engraçado assistir o antes e o depois", disse após um vídeo exibido com momentos de sua carreira. "A gente percebe que os atores de hoje já chegam mais preparados, olha para o Chay, que tem esse talento todo", pontuou elogiando o amigo.

O ator considera que foi melhorando por não se acomodar. "Fui amadurecendo e me tornando um ator melhor conforme o tempo. O Crô, por exemplo, vivia no fio da navalha, a gente podia arriscar mais. O ator não pode se acomodar, um ator acomodado tem que ir pra casa".

*As informações são do repórter Felipe Abílio

Últimas de Televisão