Por karilayn.areias
Antes de forja a própria morte%2C José Alfredo quer resolver as irregularidades de sua empresaDivulgação

Rio - Prestes a forjar a sua própria morte — ele está decidido a tomar uma poção para morrer e ressuscitar ainda mais poderoso e sábio —, José Alfredo (Alexandre Nero) começa a se precaver, já que sabe que sua empresa ficará na mira da imprensa com o então anúncio de sua morte. É por isso ele contrata Cristina (Leandra Leal) como diretora e ‘ombudswoman’ da Império: para colocar em ordem as irregularidades até então existentes em sua empresa.

Na sequência de ‘Império’, a partir do dia 10, Cristina começa seu trabalho inspecionando o serviço de Maria Clara (Andreia Horta) como designer de joias. Ao ver alguns diamantes, Cris admira o brilho e pergunta se eles têm as notas fiscais das pedras. Maria Clara: “Claro que temos. Mas isso já não é comigo, eu cuido apenas da parte artística, não quero saber de onde vêm as pedras preciosas que eu uso.” De longe, José Alfredo escuta a conversa. Cris: “Mas devia! Algumas podem até vir de trabalho escravo, você deve
saber disso.” Clara: “Você está parecendo uma detetive, uma espiã de alguma concorrente ou pior: uma agente do governo.” E Cristina rebate: “Governo esse a quem você e toda a diretoria têm que prestar contas. Estou errada?”

De volta ao escritório, J.A. interfona para José Pedro (Caio Blat), que é diretor financeiro da Império. J.P.: “Notas fiscais, pai, ela vai querer isso, você sabe muito bem de onde veio a maioria dessas pedras.” J.A. o repreende: “Já te falei pra não tocar nesses assuntos. Porque nunca se sabe, vai que nossa conversa seja gravada, pode ter alguém querendo nos prejudicar, todo cuidado é pouco!” O diretor vai até a sala do pai e diz que não tem como conseguir tais documentos e o Comendador se irrita: “Seja homem! E com ou sem Cristina, nada mudaria aqui. Nós continuaríamos a cometer os mesmos erros, até o dia em que um bando de fiscais invadisse a Império, descobrisse essas irregularidades e nos ferrasse a todos! Se vira!”

Você pode gostar