Por daniela.lima
Carol Castra fará participação especial na trama como OlgaDivulgação

Rio - Finalmente a psicóloga Olga vai ganhar corpo, e que corpo, em ‘Malhação’. Na participação relâmpago que irá ao ar terça-feira, Carol Castro vai impressionar a ala masculina da Ribalta, inclusive Nando (Leo Jaime). “Ela chega em câmera lenta, de salto alto, cabelos ao vento, à la propaganda de xampu”, descreve a atriz.

Para a personagem ‘causar’ assim, Carol achou por bem alongar as madeixas. “Foi ideia minha. Eu estava com o cabelo curto, ainda da novela ‘Amor à Vida’, e o estilo de uma advogada se parece muito com o de uma psicanalista. Eu não queria que a Olga remetesse à Silvia. Então, quando li a cena, achei que o cabelão daria um impacto maior. Eu já estava querendo mudar. Por uma boa causa, então... Agora vou manter assim até o próximo trabalho”, conta a atriz.

Sexy e misteriosa, Olga aterrissa por lá para ajudar João (Guilherme Hamacek), seu paciente que entra em choque ao descobrir a gravidez da mãe, Dandara (Emanuelle Araújo): “A Olga já vinha sendo mencionada na história e as pessoas estavam curiosas para saber quem era essa figura. Só que imaginavam de uma forma diferente, mais velha, que não fosse tão mulherão. Quando ela aparece, todo mundo se surpreende. Ela sabe usar seu charme. E rola um encantamento por parte do João, que ela alimenta de forma natural. Isso funciona para ajudá-lo.”

Mesmo se tratando de um único capítulo, Carol nem pensou em recusar: “Acho interessante poder transitar por diferentes horários e públicos. Fora que ‘Malhação’ fez parte da minha pré-adolescência. Essa participação me deu oportunidade de poder contracenar com atores veteranos, como o Leo Jaime e a Emanuelle Araújo, e com atores novos e compromissados, como o Guilherme Hamacek. Pegar o bonde andando não é fácil, mas é possível. Eu faço de tudo para corresponder.”

No cinema, ela se prepara para rodar a nova comédia (ainda sem nome) de Roberto Santucci, com Rodrigo Sant’Anna, e vai lançar no segundo semestre o ‘Esquadrão Antissequestro’, de Marcus Dartagnan, no qual vive Rosa, uma secretária de segurança ‘bad girl’. Carol teve aulas para aprender a manusear armas e atirar. Também intensificou a malhação para tornear os músculos. “Geralmente, minhas personagens são mais brejeiras, sensíveis... Poder encarnar uma mulher bem-sucedida, de pulso firme, foi maravilhoso”, comemora a atriz.

Você pode gostar