Lázaro Ramos diz que é controlado com o dinheiro e não gosta de ostentar

Pé no chão, ator jura que é totalmente diferente de seu personagem em 'Mister Brau', nova série da Globo

Por O Dia

Rio - Ao acordar, ele pega uma taça de champanhe e brinda à boa vida que sua carreira de popstar proporciona. Casa com piscina, festas de arromba, luxo, carrões, jatinho e um salário de R$ 14 milhões. E nada de abandonar suas raízes, fincadas no subúrbio, Mister Brau é do tipo que esbanja, mas sem perder a humildade. Quem dá vida ao astro da música de carreira internacional é Lázaro Ramos, no seriado ‘Mister Brau’, que amanhã emplaca o segundo episódio, quando o popstar poderá perder a mansão.

Lázaro Ramos com o visual ostentação de Mr. BrauDivulgação/TV Globo

“Eu queria a casa do Mister Brau para mim, só não queria ter que varrê-la. Fico imaginando: ‘Como varre uma casa dessa?’”, diverte-se Lázaro. A locação escolhida para acomodar a família do cantor milionário é uma mansão em um condomínio de luxo na Barra da Tijuca. “Agora, só falta o dinheiro, porque a rotina de popstar eu já estou tendo. Gravo seis dias na semana, cada episódio tem duas músicas inéditas”. Mas o ator não pode nem reclamar que não sabia que a agenda seria puxada. “Me avisaram que eu ia ter que trabalhar muito, porque tem muita coisa paralela, clipes para internet, Twitter, sessão de fotos, interação com o público. Estou curtindo isso”, assume.

Na trama, ele faz par romântico com a mulher, Taís Araújo. Uma parceria que já tinha dado certo em 2006, quando fizeram ‘Cobras e Lagartos’. Lázaro define a nova produção como uma série de humor, que fala da autoestima, afeto, roteiro bem afinado e com musicalidade. “Esse lance de brincar com a música eu gosto muito”. A trilha musical do programa, com 17 músicas, entre canções e jingles, envolve uma turma de compositores que trabalhou por três meses para conseguir algumas canções do tipo chiclete. Aquelas que não saem da nossa cabeça, como “au au au au au au, meu nome é Brau”.

Ator faz par romântico com a mulher%2C Taís Araújo%2C na tramaDivulgação/TV Globo

Mister Brau é fanfarrão, tipo ostentação, e não está nem aí para as críticas. “Ele é impulsivo, eu sou racional. Gosto dele porque ele ficou milionário, mas não mudou seu jeito de viver”, justifica o ator, que garante não ter se inspirado em nenhuma pessoa específica. “Na verdade, tenho muitos amigos parecidos. Brau sabe fazer dinheiro, é marqueteiro e usa isso em benefício próprio”. Só não diga a Lázaro que ele precisa ser exibido como seu personagem.

“Eu sei que sou uma pessoa pública, mas existem limites que precisam ser respeitados. Não gosto que fotografem meus filhos, eles são crianças, ainda não decidiram se querem ser famosos”, pondera. Quanto ao dinheiro, Lázaro alega que vive bem, sem muitas extravagâncias. “Lido bem com a grana. Eu era muito mão de vaca, porque não queria passar fome no Rio quando vim da Bahia. Mas sou zero ostentação. Meus prazeres não envolvem coisas caras. Às vezes, vejo algo caro e falo: ‘Nossa, que legal’. Mas depois digo: ‘Não vou comprar, não’”, conta, aos risos.

O estilo pop de Mister Brau tem tudo para ganhar o público, mas Lázaro não tem a pretensão de lançar CD ou se firmar como cantor, pegando carona no sucesso de seu personagem. “Só quero que o programa seja sucesso. Escuto vários tipos de música, mas atualmente tem tocado muito Dream Team do Passinho no meu carro”. O ator também dispensa as festas regadas a bebida alcoólica e animação. “Ninguém é tão festeiro como Brau. Gosto de receber amigos para um bate-papo. Essa coisa de ficar circulando com copinho de uísque, dançando no meio da fumaça, eu acho horrível”.


Bombando na web

Mister Brau já tem site na internet (www.misterbrau.com), onde promove sua agenda de shows, seus clipes, músicas e sessão exclusiva de fotos .

Com quatro CDs lançados, o popstar preparou uma trilha sonora pra lá de eclética para conquistar o público. Nove faixas já estão saindo do forno para invadir as casas dos fãs, são elas: ‘Amor e Aventura’, ‘Perdão, Michele’, ‘Venezuela’, ‘Conexão 6G’, ‘Eu sou Brau’, ‘Atchu Tchutcha’, ‘Caraca Caraca’, ‘Perdão Michele (remix)’ e Canto da Raça’.

A dança que o artista de fama internacional mostra em seus clipes e shows são coreografias ensinadas pelo coreógrafo baiano Zebrinha, que colocou elementos da África nas performances de Mister Brau.

Últimas de Televisão