Por tabata.uchoa

Rio - Nem o fato de ter formado um par romântico com Carmo Dalla Vecchia em ‘Chiquititas’ (1999) deixou Larissa Bracher tranquila quando pisou pela primeira vez no estúdio de ‘A Regra do Jogo’ na pele de Gisela, ex-mulher de César/Rodrigo, personagem defendido pelo seu antigo parceiro de cena.

Larissa e Carmo na trama das 21hDivulgação

“É complicado entrar em uma novela aos 45 minutos do segundo tempo, ainda mais em um papel complexo como o da Gisela. Diria que até agora na televisão foi o maior grau de dificuldade que tive. A minha sorte é que já conhecia o Carmo e a Maeve (Jinkings, que faz a Domingas) é incrível”, diz a atriz.

Na novela das 21h, Larissa chegou com a missão de ser a ponta de um triângulo amoroso e, consequentemente, de separar o casal César e Domingas. “Essa trama é de três pessoas maduras, com as suas dores e experiências. Ali, ninguém faz jogo. A dor da Gisela reside em tentar entender por que o marido não voltou para casa depois do acidente que matou os dois filhos do casal para que eles enfrentem isso juntos. A Gisela é uma mulher destruída. O que ela vive não está no âmbito do drama, está no da tragédia. Torço para que a Gisela encontre dentro dela um lugar minimamente de paz.” 

Você pode gostar