Atena prometeu, mas nem chegou perto de tomar o lugar de Carminha

Vilã começou a novela 'A Regra do Jogo' muito bem, mas logo se mostrou caricata, submissa e atrapalhada ao extremo

Por O Dia

Rio - Loira, poderosa, calculista, ambiciosa, engraçada, independente, escandalosa. Não, essa não é Carminha (Adriana Esteves), a tão amada vilã de "Avenida Brasil". É Atena, de "A Regra do Jogo", ou pelo menos a Atena que foi vendida para o público no início da novela. Com o passar do tempo, a personagem de Giovanna Antonelli acabou revelando quem realmente era: uma trambiqueira atrapalhada, submissa e que nem de longe lembra a ordinária mor anterior do autor João Emanuel Carneiro. 

Atena fracassou e não chegou ao patamar de CarminhaDivulgação

Para ser justo, Atena não é a principal antagonista da trama das 21h, como era Carminha. Esse posto é ocupado por Gibson (José de Abreu), que tem chocado o público com sua crueldade e seu caráter reacionário. No entanto, não se pode negar que a personagem foi construída como uma grande vilã, uma antagonista digna de ocupar o posto que já foi de figuras como Odete Roitman (Beatriz Segall), Bia Falcão (Fernanda Montenegro) e Flora (Patricia Pillar).

“Eu acho que para vencer na vida não existe limite”. Essa foi uma das frases ditas por Atena nas chamadas iniciais da novela. E de fato, ela começou a trama mostrando que era sem limites e que fazia de tudo para conseguir seus objetivos. Escandalosa, prendeu a atenção do público ao invadir a casa de Sumara (Karine Teles) para roubá-la. Com sua risada característica e seu bordão “nunca pensei”, Atena prometia mesmo ser a nova vilã mais amada do país. 

No entanto, o estilo exagerado de Atena acabou se tornando altamente repetitivo, muito mais por culpa do texto do que da atriz, que vestiu muito bem sua personagem. O problema maior é que Carminha era exagerada, mas também era uma vilã forte, independente e cruel, o que garantiu um equilíbrio delicioso entre seu lado cômico e o lado vilã. Já Atena acabou descambando para a mais pura caricatura, cheia de caras e bocas.

Atena foi entregue de bandeja por Romero aos seus inimigos%2C mas o ajudou a fugir da cadeia mesmo assim%3A 'Masoquista'Divulgação

Tudo isso tem uma explicação bem simples: Romero. A união dos dois personagens destruiu todo o potencial de Atena. A vilã que não queria casar começou a andar de cima para baixo vestindo camisas com as campanhas de seu amante, e até uma coleira com o nome “Romero” escrito ela passou a usar. Ele a esnobou diversas vezes durante a trama e chegou a entregá-la para os seus piores inimigos. O que ela fez? Tentou se vingar? Até tentou, mas depois foi logo correndo atrás dele, contratando uma quadrilha pra livrá-lo da prisão.

Últimas de Televisão