Angélica estreia nova edição do 'Estrelas' sobre o Sul

'Eva talvez seja apresentadora', diz famosa sobre a filha

Por O Dia

Angélica entre os atores Fabiula e CarmoDivulgação

Rio - Há dez anos no ar e depois dos boatos de que sairia da grade da Globo por causa da baixa audiência — a média foi em torno de 10 pontos nos últimos programas —, o ‘Estrelas’ estreia nova temporada hoje. O destino é o Rio Grande do Sul. “O ‘Estrelas’ ainda tem bastante fôlego. E espero que tenha vida longa”, torce Angélica, que gostaria ainda de gravar no interior de São Paulo.

Na nova edição, a apresentadora até aprendeu a fazer um autêntico chimarrão. “Nós fomos na casa de um casal de alemães para provar um autêntico café colonial, onde eles fazem o apple strudel original, que é bem diferente desses que a gente compra por aqui. Fomos a uma fábrica de cristais, e eu nunca tinha visto o processo para se fazer cristais”, enumera ela, que estará acompanhada de Caio Blat, Fabiula Nascimento, Carmo Dalla Vecchia e Maria Fernanda Cândido, entre outros convidados.

Durante a gravação do programa, a loura pegou temperatura de até -2°C. “Eu sofri um pouco. Mas tinha muita roupa. Acho que as pessoas vão me ver com uns quatro quilos a mais em Gramado, porque eram muitas camadas de roupa”, diverte-se. Mas quando a roupa não aquece, tem comidas e bebidas que podem ajudar a aliviar a baixa temperatura. “Muito chá e muito chimarrão, tudo para aquecer. Nessa época, amo comer fondue e tomar o café colonial”, observa a paulista de Santo André.

Mãe de Joaquim, Benício e Eva, respectivamente, de 11, 8 e 3 anos — frutos do seu relacionamento com o apresentador Luciano Huck —, Angélica não se priva em pegar receitas do programa para usar em casa. Algumas receitas que ela vê, logo pensa que os filhos vão gostar. “Uma vez, o chef Claude Troisgros ensinou a fazer pipoca de arroz selvagem e até hoje eu faço, é uma delícia. Massas e algumas dessas comidas funcionais também já fiz”, relembra a apresentadora. O pudim de abacate com cacau da Yasmin Brunet e a água de coco com limão do Rodrigo Santoro são outras iguarias comuns na residência dos Huck.

Mãezona coruja que só, a loura sempre que pode está acompanhada dos rebentos em suas viagens de temporada do ‘Estrelas’. “Quando eram menores e eu estava amamentando, eles já iam. Agora, continuam indo. E é o maior barato. Eu morro de saudade, porque a gente vive muito junto, então é difícil ficar longe”, pontua ela, aos 42 anos.

E se algum dos pequenos desejasse seguir os passos dos pais? Qual deles tem mais jeito? Angélica é direta: “A Eva é mais ‘perua’, gosta mais dessa coisa de televisão, mas talvez seja por influência, ela ainda é muito pequena. Os meninos são mais tímidos, mas gostam muito do backstage. Eu vou apoiá-los no que eles quiserem fazer”, diz a apresentadora, orgulhosa.

Últimas de Televisão