Ao vivo, repórter da TV Globo chora ao falar da morte de colega jornalista

Ary Peixoto comunicava liberação do corpo de Guilherme Marques, uma das vítimas da queda do avião da Chapecoense

Por O Dia

Colômbia - A queda do avião do time da Chapecoense, na Colômbia, na última terça, ainda causa muita comoção nos jornalistas que trabalham na cobertura do caso. Na tarde desta quinta-feira, quando falava ao vivo para o Jornal Hoje, da TV Globo, o repórter Ary Peixoto, um dos mais experientes da emissora, se emocionou e não conteve as lágrimas. 

Peixoto, diretamente da Colômbia, falava da liberação de três corpos do IML, dois de brasileiros. Um dos corpos era de Guilherme Marques, repórter da Globo, uma das vítimas do acidente. "Entre esses dois brasileiros...eu não gostaria de dizer isso, mas eu tenho...é do nosso colega Guilherme Marques", disse, sem conter a emoção.

Mesmo aos prantos, Ary Peixoto conseguiu passar a informação e, já recomposto, entrou ao vivo no fim do telejornal para falar mais detalhes.

Ary Peixoto não segura as lágrimas e chora no Jornal Hoje%2C da TV GloboReprodução/Twitter

Guilherme Marques, de 28 anos, era um dos 22 jornalistas que estavam no voo. Apenas um, Rafael Henzel, sobreviveu e está internado em um hospital da Colômbia.

Últimas de Televisão