Retrospectiva das novelas de 2016

Morte de protagonista de ‘Velho Chico’ marcou o ano nas novelas. Entre os bons momentos, um dos destaques foi a minissérie ‘Justiça’

Por O Dia

Rio - ‘VELHO CHICO’ E A MORTE DE DOMINGOS MONTAGNER: Faltando duas semanas para o fim da novela das nove da Globo, no dia 15 de setembro, o intérprete de Santo tinha gravado suas cenas na cidade de Canindé de São Francisco, no Sergipe, e foi almoçar com a colega Camila Pitanga. Após o almoço, os dois foram mergulhar no Rio São Francisco. Mas a correnteza ficou forte demais e puxou o ator, que acabou se afogando. O corpo dele foi encontrado horas depois. Foi velado e enterrado em São Paulo.

Trama do personagem Santo não foi alterada na novela 'Velho Chico' após a morte de Domingos MontagnerDivulgação

Outra perda: o ator Umberto Magnani, o padre Romão, que, no dia do seu aniversário (25 de abril), sofreu um acidente vascular encefálico (AVE) hemorrágico. Magnani faleceu dois dias depois em um hospital, na Barra, e foi substituído por Carlos Vereza, o padre Benício. Já Domingos continuou aparecendo na novela, porque tinha gravado algumas cenas.

Nos últimos capítulos, a câmera funcionou como o olhar de Santo. No final, o ator ganhou uma emocionante homenagem.

‘JUSTIÇA’ — GLOBO. Foi disparada a melhor produção realizada este ano. Com o mote de até onde ir por justiça ou vingança, a minissérie de 20 capítulos mostrou personagens complexos, ótimas interpretações, bom texto de Manuela Duarte, direção primorosa de José Luiz Villamarim e ritmo acelerado do começo ao fim. Cada dia uma história era apresentada, abordando temas espinhosos como eutanásia, racismo, estupro e corrupção, entre outros. Vai deixar saudade.

Adriana Esteves em cena em JustiçaDivulgação

‘CÚMPLICES DE UM RESGATE’ — SBT. A novela protagonizada por Larissa Manoela, que viveu as gêmeas Manuela e Isabela, foi um sucesso. O último capítulo foi líder no horário. No Youtube, o canal oficial da novela já ultrapassou 1,5 bilhão de visualizações de seus vídeos. Os shows da banda Cúmplices de um Resgate em turnê nacional arrastaram milhares de crianças. E Larissa virou estrela e musa teen. 

Larissa Manoela e Juliana Baoni como Manuela e Rebeca%2C respectivamente na novela 'Cúmplices de um Resgate'Divulgação

‘ESCRAVA MÃE’ — RECORD. Abordando a história pregressa do sucesso mundial ‘Escrava Isaura’, a novela de Gustavo Reiz narra o amor cheio de barreiras entre a escrava Juliana (Gabriela Moreyra) e o português Miguel (Pedro Carvalho). A trama inaugura a segunda faixa de horário de novelas da emissora: 19h30. A média de audiência é de 11 pontos.

‘LIBERDADE, LIBERDADE’ — GLOBO. A novela das 23h imprimiu ritmo intenso só da metade para o final. As cenas de violência, como apedrejamento, olho arrancado e castração, prenderam a atenção do público, bem como a primeira sequência de sexo entre homens, André (Caio Blat) e Capitão Tolentino (Ricardo Pereira).

‘ÊTA MUNDO BOM!’ — GLOBO. A trama protagonizada por Candinho (Sergio Guizé) e Filomena (Débora Nascimento) reuniu o texto inspirado de Walcyr Carrasco, personagens carismáticos, comédia pastelona e ingênua, além de ótima ambientação de época. O resultado foi audiência por várias vezes maior do que ‘Velho Chico’, novela das 21h. Apesar de que muitas vezes foram usados à exaustão recursos como guerra de comida e casamentos interrompidos na igreja.

Mariana Ximenes em cena de 'SuperMax'Divulgação

‘SUPERMAX’ — GLOBO. A intenção era boa. Misturar suspense, seres sobrenaturais, terror e ação. Mas o resultado deixou a desejar, ficou confuso, chato e quase ninguém falava sobre a produção. Uma pena.

‘A TERRA PROMETIDA’ — RECORD. A saga bíblica do canal tem a missão de manter o público saudoso do fenômeno ‘Os Dez Mandamentos’. Em audiência, a aventura de Moisés (Sidney Sampaio) tem médias de 14 pontos.

Nudez de Bruna Marquezine repercutiu na web em 'Nada Será Como Antes'Reprodução

‘NADA SERÁ COMO ANTES’ — GLOBO. A minissérie contava os bastidores da implementação da TV no Brasil. Porém, a maior expectativa era mesmo sobre as cenas de Bruna Marquezine (Beatriz) pelada e de beijo gay.

‘TOTALMENTE DEMAIS’ — GLOBO. A história da garota pobre, Eliza (Marina Ruy Barbosa), que ficava dividida entre o playboy Arthur (Fábio Assunção) e o humilde Jonatas (Felipe Simas), fez tanto sucesso que foi esticada em 15 dias. Além disso, a trama mostrava a transformação da vendedora de flores em modelo internacional. A novela terminou em uma segunda-feira, batendo de frente com a estreia de ‘Escrava Mãe’, da Record. E ainda ganhou continuação no Gshow. 

Totalmente Demais teve Marina Ruy Barbosa no papel de cinderela modernaDivulgação




Últimas de Televisão