Por bianca.lobianco

Rio - Até o dia 20 de janeiro, quem sintonizar o ‘Hoje em Dia’, da Record, vai ver Sergio Marone cobrindo as férias de César Filho no comando da atração. O desempenho do ator e apresentador foi tão positivo que logo na estreia, segunda-feira, dia 9, a atração ficou na liderança por uma hora e dez minutos, com 6 pontos de audiência, e o nome de Marone ficou nos trending topics (mais comentados) do Twitter.

“Por duas semanas, acompanhei a dinâmica do programa, todas as áreas, a produção, o switcher, tudo para entender e pegar a atmosfera do programa ao vivo. O balanço que faço da primeira semana é bem positivo. O público ficou surpreso e foi carinhoso com meu desempenho. Percebo minha evolução, estou mais à vontade”, observa Marone, que divide a apresentação com Ticiane Pinheiro e Renata Alves — Ana Hickmann está de férias.

Sergio Marone se diverte nos bastidores de programa Divulgação

CRÍTICAS E ELOGIOS

Sobre os comentários negativos, o apresentador conta que quem assume qualquer posição na frente das câmeras está sujeito a qualquer tipo de avaliação. Marone garante que só liga para as críticas construtivas. “Não existe unanimidade em nada. Quando li que falavam que eu estava com um tom muito sério, fui conversar com a diretora. Ela me disse que minha postura no vídeo estava certa, pois a notícia que eu passava na hora era pesada”, justifica.
Publicidade
A rotina do apresentador não tem sobressaltos. O ator, que mora no Rio e está hospedado em um hotel em São Paulo, chega à Record por volta das 8h. Segue para a sala de produção e participa da reunião de pauta, troca ideias com os demais profissionais da atração e vai para o camarim para trocar de roupa.
“Acho importante saber as notícias um pouco antes de elas irem ao ar. Até para fazer um comentário mais profundo sobre o assunto”, conta.
Publicidade
Sergio Marone não teve medo de que não pudesse dar certo na apresentação do ‘Hoje em Dia’. “Não passava pela minha cabeça o ‘não dar certo’. Sou bastante positivo, confio no trabalho duro, na dedicação, na paixão, na energia positiva. É um privilegio fazer o que faço e estar na vida das pessoas”, diz.
Antes de receber o bastão de César Filho, Marone explica que o apresentador titular do ‘Hoje em Dia’ lhe deu algumas dicas. “Ele nunca me dirigiu. Sempre foi muito generoso e querido. Me falava sobre leitura do teleprompter e de como me virar caso ele pulasse”, lembra, aos risos.

Apesar dos toques recebidos, Sergio não esconde o que acha mais difícil no programa. “O ‘ao vivo’ é o mais difícil. É preciso ficar ainda mais presente e alerta a muitos percalços que podem acontecer”, salienta. “O melhor é que a linha de shows possibilita organizar a sua vida com uma agenda. Já novela, não. Tenho que estar 100% disponível”, completa.

Sergio Marone brincando Ticiane e Renata nos bastidoresDivulgação

SEM SENSACIONALISMO

A vontade de ter um programa só seu não é novidade para ninguém. Sergio garante que não existe cláusula alguma no contrato com a Record para que tenha uma atração. “Mas essa ideia existe em conversa e estou ganhando esses presentes deles”, explica. No caso de um possível programa para chamar de seu, Marone explica o perfil que poderia ter a atração.

Publicidade
“Zero sensacionalista. De fato, o sensacionalismo não tem nada a ver comigo. Adoraria que tivesse auditório. Acho que dá uma esquentada, dá para sentir se o público está gostando na hora. Mas não tenho que pensar nisso, nem me convidaram”, frisa.
FÃ DE SILVIO SANTOS
Publicidade
Quando questionado sobre qual apresentador ele mais admira, o ator e apresentador nem parou para pensar. “Silvio Santos é o grande comunicador do nosso país. Lembro que, quando criança, assistia ao Silvio Santos com a minha avó, que nem é mais viva. Ele sem dúvida é minha principal referência”, afirma ele, sobre o dono do SBT.
CARREIRA INTERNACIONAL
Publicidade
A carreira de apresentador não é novidade. Ele já comandou Miss Brasil, na Band, e uma série educativa no Canal Futura. Além disso, o sucesso na novela ‘Os Dez Mandamentos’ no exterior fez com que surgisse a oportunidade de comandar em espanhol o ‘Eo Eo Eo’, festival de inverno exibido em julho, ao vivo, no canal TVN, do Chile.
“A repercussão foi tão boa, ficamos nos trending topics mundiais. Eles ainda me convidaram para comandar um docreality, e eu teria que passar três meses lá. Mas não chegamos em um acordo financeiro bom para ambos os lados e o projeto não foi para frente”, lamenta.
Publicidade
PRÓXIMOS PLANOS
No futuro profissional, Marone diz que não existe nenhum programa desenhado. Mas há outros planos. “Existe uma vontade da casa para que eu faça a novela ‘Apocalipse’, que tem uma história muito forte, e eu acredito no potencial dela. Mas adoraria também continuar na linha de shows. Tenho pena porque acho que o folhetim vai ser um sucesso. Então, deixo a vida me levar. Poderia fazer os dois: a novela e um programa. Fica a dica, Record (risos). O importante é ter trabalho e continuar a fazer o que amo”, frisa.

Você pode gostar