Russo recebe homenagem de Faustão: 'Ele trabalhou com competência e dignidade'

O ex-assistente de palco, morreu no sábado, aos 85 anos, vítima de complicações decorrentes de infecção pulmonar

Por O Dia

Rio - O apresentador Fausto Silva homenageou, em seu programa na noite deste domingo, o ex-assistente de palco, Antônio Pedro de Souza e Silva, conhecido como Russo, morto no último sábado, aos 85 anos, após complicações decorrentes de uma infecção pulmonar. Faustão afirmou que Russo trabalhou por mais de 40 anos na TV Globo com "competência e dignidade".

Faustão durante homenagem para%2C o ex-assistente de palco%2C RussoReprodução / TV Globo

"Nós temos que registrar, infelizmente, a morte, ontem, do operador de microfone que durante 46 anos trabalhou na Globo com muita competência e dignidade, o Antônio Pedro de Souza e Silva, o Russo. Catarinense, criado no Rio de Janeiro, e que trabalhou nos programas do Chacrinha, do Domingão, no programa da Xuxa, e que morreu aos 85 anos, deixando o trabalho com muita dignidade", disse o apresentador em uma rápida homenagem feita no "Domingão", na noite deste domingo. Após comentar a morte, o programa seguiu. 

Já no sábado, após saberem da morte de Russo, Luciano Huck e Xuxa Meneghel, outros dois apresentadores com quem o ex-assistente trabalhou nos anos 90 e 2000, também o homenagearam e lamentaram a morte, em seus respectivos perfis nas redes sociais.

"Dedico o 'Caldeirão' de hoje (sábado) a ele. Foram muitos anos correndo pelo nosso estúdio. Muitas risadas. Russo é parte da história dos programas de auditório. Parte da história da TV no Brasil. Deixa muitas histórias e muitas lembranças. Vá em paz meu amigo querido", escreveu Huck, no Instagram.

Já Xuxa escreveu: "Russo, continue correndo de um lado pro outro e alegrando a todos, só que agora em um lugar especial....você fez parte da minha história. Vai com Deus", disse.

Russo começou sua carreira de assistente de palco no programa "Cassino do Chacrinha", em 1965, e passou também pelo "TV Xuxa", "Domingão do Faustão", "Caldeirão do Huck", entre outros. Ele animava a plateia e conquistou o público usando fantasias irreverentes. Em 2014, após 46 anos na TV Globo, ele foi afastado e não teve o seu contrato renovado. 

Últimas de Televisão