'Sol Nascente': Alice é presa acusada de matar Amaro

César, o verdadeiro assassino, visita a ex e alega inocência

Por O Dia

Rio - Alice (Giovanna Antonelli) vai parar atrás das grades, acusada pela morte de João Amaro (Rafael Zulu). Em 'Sol Nascente', a partir de amanhã, Dona Sinhá (Laura Cardoso) vai até a casa de Tanaka (Luis Melo), aproveita um momento de distração e esconde lá a arma do crime.

Mais tarde, a polícia vai apurar uma denúncia do envolvimento da empresária no assassinato de João Amaro e descobre a pistola. Na cadeia, Alice recebe a intragável visita do ex, Cesar (Rafael Cardoso). Ela está cabisbaixa, quando ouve passos se aproximando, levanta, o encara e pergunta: “Tá feliz, agora?”.

Alice (Giovanna Antonelli) fica arrasada com sua prisãoDivulgação

O vilão se faz de desentendido e acha que a ex vai acreditar. “Por que você tá falando comigo desse jeito, Alice? Eu vim aqui te ver, fiquei preocupado quando soube da sua prisão. Eu sei que você não tem culpa de nada. Isso é uma tremenda injustiça”, frisa.

O dissimulado diz que tudo é fruto de uma invenção do Mario (Bruno Gagliasso), marido de Alice. Ela, claro, não acredita em nada do que o pilantra fala. Alice: “Você é o culpado de tudo isso que tá acontecendo comigo! Como que eu não percebi que você era um demônio?”. Cesar tenta se desculpar.

“Eu? Demônio? Posso não ser um santo, mas... Entre tudo o que você jogou na minha cara aquele dia, a única coisa que eu sou culpado é de não ter assumido que o Lucas é meu filho. Mas é que a Sirlene ficou grávida de repente, e eu só soube depois que já tinha terminado com ela. Sei lá, achei que o pai podia ser outro...Ok... Errei, mas me arrependi, meu amor, eu juro”, explica.

Alice perde a paciência com o salafrário. “Não me chama de meu amor. Como é que você pode ser tão cínico? Você adulterou os documentos da minha empresa,falsificou minha assinatura. Está querendo me destruir, Cesar. Por quê?”. Ele diz que isso é o que todos querem que ela pense. Alice parte para a grade da cela que protege Cesar. “Eu não posso te acusar para polícia, porque você é tão bandido que fez tudo sem deixar rastro. Sai daqui, Cesar. Some da minha frente”, ordena ela.

Cara de pau, ele se faz de vítima. “Você está nervosa, eu entendo. Ser presa injustamente não deve ser fácil. Vou esperar você se acalmar. E, olha, tenho certeza que você vai sair dessa, as investigações vão descobrir o verdadeiro assassino do Amaro, um irmão para mim...sinto muito a falta dele, Alice... Sabe qual foi o único erro que eu cometi nessa vida? Foi me apaixonar por você. Eu te amei, Alice. E eu ainda te amo... Muito”, diz ele, que vai embora.

Na saída, Cesar ainda encontra Tanaka, pai de Alice, e Gaetano (Francisco Cuoco). O bandido se diz surpreso com a reação da ex. Tanaka toma as dores da filha e diz: “Chega, Cesar. Vá embora, por favor. Eu vou ver a minha filha”. Cesar se defende: “Jamais faria qualquer coisa para prejudicar o senhor, a empresa e muito menos a Alice. O Mario é que por ciúmes, está tentando me incriminar”. Gaetano, que é avô de Mario, toma dianteira. “Olha aqui, almofadinha duma figa, non adianta tentar jogar a responsabilitá em cima do mio neto. Isso non vai adiantar. Nós vamos descobrir tutti os teus segretti. Tutti segredos che você e tua nonna escondem. Pode esperar”, promete o italiano em tom raivoso.

Últimas de Televisão