'Precisamos de mais Nelitos no mundo!', diz Rodrigo Fagundes

Intérprete do gentil mordomo de 'Pega Pega' fala da trama e relembra o sucesso no 'Zorra Total'

Por O Dia

Rio - No ar como o mordomo Nelito em 'Pega Pega', Rodrigo Fagundes é velho conhecido do público. Em sua segunda novela, o ator interpretou o personagem Patrick, no humorístico 'Zorra Total' (atual 'Zorra'), que falava um bordão que caiu na boca do povo: 'Olha a faca!'.

Rodrigo Fagundes%2C o mordomo NelitoDivulgação

"Vivi por quase dez anos o Patrick na TV. Ele só me trouxe coisas boas. Até hoje, brincam comigo na rua. Só lamento a Tramontina nunca ter me convidado pra fazer um comercial", diz, aos risos. O personagem foi mesmo inesquecível e lhe rendeu o Prêmio Melhores do Ano, na categoria Comediante, do 'Domingão do Faustão', em 2005. "Ganhar foi estimulante. E concorri com Cláudia Rodrigues e Pedro Cardoso. Nem acreditei. Muito orgulho!".

O mineiro de Juiz de Fora completou 45 anos ontem, 17 deles dedicados à arte. Um dos novos nomes do humor nacional, Rodrigo lembra que a veia cômica não foi uma escolha de cara. "No teatro, comecei fazendo drama. A comédia veio só em 2003, no espetáculo 'Surto', que fiz por 12 anos feliz da vida!", afirma, sobre a peça que lhe deu projeção nacional e rendeu convites para TV.

CINEMATOGRÁFICO

Os próximos capítulos prometem fortes emoções para o gentil Nelito. "Posso adiantar que ele e Antônia (Vanessa Giácomo, sua irmã na trama) terão um atrito pela frente. Mas não posso dizer a razão. Vai ser difícil gravar essas cenas. Vanessa é outro tesouro que ganhei nessa novela. E claro, Marcos Caruso, que já admirava há anos e agora posso encher a boca e chamar de amigo. Esses eu sei que levo pra sempre comigo", conta.

Cinéfilo, amante de filmes de suspense e terror, Rodrigo entrega suas inspirações para compor o elegante personagem. "Pensei num mordomo cinematográfico mesmo quando me falaram dele. Quis buscar referências de um comportamento do século 19, como o Carson da série 'Downton Abbey', e Anthony Hopkins, no filme 'Vestígios do Dia'; o Poliana, que Pedro Paulo Rangel fez brilhantemente na novela 'Vale Tudo', entre outros. Enfim, misturei tudo e cuido pra não perder a humanidade do personagem, que é um dos mais lindos que já vivi. Nelito é amigo, cuida, sente pelo outro. Precisamos de mais Nelitos no mundo!"

 

Últimas de Televisão