Cauã Reymond diz que sofreu e praticou bullying no colégio

'Sofri bastante na escola', disse o ator no 'Encontro com Fátima Bernardes'

Por O Dia

Rio - Cauã Reymond participou do "Encontro com Fátima Bernardes", nesta quinta-feira, e contou que já sofreu bullying na época do colégio. O ator afirmou que só começou a falar sobre o assunto mais tarde, quando começou a trabalhar.

Cauã Reymond no 'Encontro'Reprodução

"Acho que tem muita gente que sofre bullying sofre calado. Eu tive um momento, em uma escola... Eu mudei muito de escola. Eu era muito calado, então eu não falava sobre isso. Fui falar mais velho, depois que eu já estava trabalhando", disse o ator. 

Cauã também lembrou que aos 14 anos era "muito comunicativo" e sofreu bullying por conta disso. "Sofri bastante na escola. Eu era muito comunicativo, tinha acabado de chegar na escola e por algum motivo um grupo de meninos não gostou disso e eu sofri muito durante dois anos", disse Cauã, revelando que também já esteve no papel de quem pratica o bullying. 

"Depois fui ficando mais velho, fazia jiu-jitsu, comecei a ser o cara a fazer bullying. Tinha o 'puxar cueca', o 'cuecão'. Mas aí, quando eu via alguém sofrendo o que eu sofri, eu era o primeiro a parar", tentou amenizar.