Mutirão do INSS atenderá hoje a 40 segurados em Copacabana

Trabalhadores tiveram agendamento antecipado. Benefícios estão represados pela greve

Por O Dia

Rio - Quarenta segurados prejudicados pela greve dos servidores do INSS do ano passado serão atendidos hoje na agência da Previdência Social de Copacabana. Um mutirão iniciado esta semana, conforme O DIA antecipou com exclusividade, vai agilizar a concessão de pensão por morte, aposentadoria e salário família represados devido à paralisação que durou 80 dias.

Esses trabalhadores só conseguiram agendar o serviço depois do término da greve para o mês de abril e tiveram o atendimento antecipado para hoje. Alguns segurados foram convocados por telefone para comparecer ao posto da Zona Sul e outros ligaram para antecipar o atendimento no local. </CW>

O mutirão do INSS começou pela agência do Cosme Velho esta passada. Foram atendidos 40 segurados Divulgação

Segundo o gerente-executivo da Gerência Centro do INSS, Flávio Souza, as agências de São Cristóvão e Del Castilho também funcionarão para liberar processos de benefícios acumulados. Mas não haverá atendimento ao público. Nessas unidades, os servidores vão analisar internamente pedidos de pensão por morte, salário maternidade e aposentadorias.

“Recebemos 150 ligações em dois dias. Muitos queriam tirar dúvidas de diversos assuntos. Mas conseguimos antecipar 40 atendimentos para este sábado em Copacabana”, afirmou Souza. Um grupo itinerante de servidores começou na quarta-feira a reforçar o atendimento durante a semana. O primeiro posto a receber o mutirão foi o do Cosme Velho, com 40 antecipações para semana passada de pensão por morte e salário maternidade agendados para abril. 


Últimas de Economia