Sucesso nas Finanças: Taxas de juros devem ser pesquisadas

Quando se trata de pegar um empréstimo é fundamental rever o planejamento, pois a parcela deverá caber em seu orçamento

Por O Dia

Rio - As instituições financeiras,quando liberam crédito por meio de financiamentos ou empréstimos, dão apoio às diversas atividades econômicas e, assim, contribuem para o desenvolvimento do país por meio do consumo de bens e serviços.

Notadamente, percebe-se que os bancos adotam práticas com objetivo de desburocratizar o acesso ao crédito para as pessoas físicas. Há campanha midiática que incentiva o consumidor a buscar empréstimo para quitar suas dívidas ou financiamento para a compra de um carro ou imóvel. Uma opção para quem precisa regularizar a situação financeira que se encontra no negativo é o crédito pessoal. Porém, é necessário considerar se os juros pagos no crédito pessoal estão abaixo das taxas cobradas nas dívidas que são quitadas.


PERGUNTA E RESPOSTA

“Tenho dívidas para pagar e estou pensando em pegar um empréstimo pessoal. Pelo que pesquisei, parece ser uma boa opção. Quais os cuidados que devo ter ao buscar esse tipo de crédito?”, Lenita, por mail

Há no mercado financeiro várias instituições ofertando crédito, com diferentes taxas de juros. O primeiro passo é fazer uma pesquisa e verificar as condições de pagamento e as taxas que estão sendo aplicadas. O Banco Central do Brasil publica na internet um ranking com as taxas de juros praticadas por 63 instituições financeiras para o crédito pessoal. No último boletim disponibilizado, há taxas de 1,5% a 20,43% ao mês, que correspondem a 19,56% a 803,95% ao ano.

Algumas instituições oferecem carência de alguns meses para começar a pagar. Porém, sempre peça para o gerente simular o pagamento com e sem carência. Tenha em mente que as taxas fixas são sempre melhores, pois trazem mais segurança e facilitam o planejamento financeiro. Os juros variáveis sofrem muito a influência do mercado financeiro e da inflação, fazendo com que a parcela chegue a patamares elevados. Novamente, você terá que pedir ao gerente uma simulação.

Caso esteja em busca de um crédito pessoal para quitar dívidas com cartão de crédito ou cheque especial, você precisa levar em conta se os juros do empréstimo ficaram abaixo dos cobrados pela administradora do cartão ou do cheque especial, caso contrário não valerá apena.

Sempre falo da importância do planejamento financeiro para a saúde de nossas contas . Quando se trata de pegar um empréstimo é fundamental rever esse planejamento, pois a parcela deverá caber em seu orçamento. Lembre-se que você fará uma dívida de longo prazo para quitar outras dívidas.

Negocie as antigas, já que irá quitá-las à vista — desta forma fará o dinheiro do empréstimo render. E, por último, mas não por fim, como diz o provérbio, “O que é combinado não custa caro.” Ou seja, sente com seu gerente e tenha uma longa e aberta conversa com ele.

Últimas de Economia