Sucesso nos Negócios: Habilidade para crescer

Muitas vezes a sobrevivência depende da habilidade e flexibilidade de inovar e efetuar melhorias contínuas

Por O Dia

Rio - Para enfrentar a crise econômica, os micro e pequenos empreendedores investem em capacitação e na implementação de metodologias. Muitas vezes a sobrevivência depende da habilidade e flexibilidade de inovar e efetuar melhorias contínuas. Assim, os empresários buscam novas ferramentas de gerenciamento, que os direcionem para maior competitividade através da qualidade e produtividade. Uma delas é o lean manufacturing (manufatura enxuta), o sistema Toyota de produção. 

Junto com um especialista, o empresário deve mapear o fluxo de valor e identificar todas as etapas da produção para detectar os focos de desperdício e apontar melhorias. O aperfeiçoamento contínuo é um dos princípios da mentalidade lean. Tenha consciência de que a implantação da metodologia promoverá mudanças na cultura da empresa e não se esqueça de valorizar as pessoas quando os resultados forem percebidos. Saiba mais sobre o assunto abaixo.


PERGUNTA E RESPOSTA

“Tenho uma pequena fábrica de peças e acessórios para veículos com meu irmão e ouvi falar sobre o método lean de empresa enxuta. Pensamos em contratar um especialista no assunto, mas será que vale a pena? O Sebrae pode nos ajudar?”José Maurício de Lima, Paracambi

Prezado José Maurício, o “lean manufacturing” é uma metodologia criada pelo sistema Toyota de produção. A empresa japonesa, fabricante de automóveis, implantou um modelo de gestão baseado na filosofia de oferecer valor ao cliente com baixos custos, identificando onde ocorre desperdícios.

É um sistema de produção enxuto que gera benefícios como redução de custos e aumento da produtividade sempre em busca da melhoria contínua de redução de despesas e processos. Primeiro é importante determinar o valor do seu produto. O cliente é quem define o valor e a principal característica do método é: tudo que não gera valor é desperdício e deverá ser eliminado. As empresas devem identificar e procurar satisfazer os clientes sob um determinado preço que aumente os lucros e a qualidade, e reduza custos, a partir da melhoria dos processos.

Ter o suporte de um especialista é um bom investimento, pois o profissional irá fazer um diagnóstico da fábrica, compreender desafios e expectativas no mercado para sugerir um plano de implementação consistente e realista. Será preciso também, José Maurício, capacitar pessoas e equipes responsáveis pela incorporação da filosofia.

Boa sorte!

Cezar Vasquez é superintendente do Sebrae-RJ

Últimas de Economia