Marinha e Aeronáutica têm 270 vagas abertas

Sonho de ingressar nas Forças Armadas atrai jovens para cursos preparatórios

Por O Dia

Rio - Quem sempre sonhou em ingressar para as Forças Armadas tem a chance agora. A Marinha do Brasil abriu 200 vagas para o Colégio Naval, e a Aeronáutica outras 70 vagas para formação de Oficiais Aviadores, Intendentes e de Infantaria. A remuneração é de até R$ 6.268,00. Quem deseja concorrer às oportunidades para o Colégio Naval, precisa se inscrever até o dia 18 de abril. E para o curso de Oficiais Aviadores, Intendentes e de Infantaria da Aeronáutica, as inscrições vão do dia 5 à 25 de abril.

O candidato para o Colégio Naval precisa ter o Ensino Fundamental, 15 anos completos e menos de 18 anos no primeiro dia do mês de janeiro de 2017. O ciclo escolar é conduzido em regime de internato com duração de 3 anos letivos, terminando no dia 6 de fevereiro de 2017.

Mario Ailton%2C de 13 anos%2C ao lado dos professores%2C já se prepara no curso Tamandaré para a AeronáuticaDivulgação

Já para o curso de Oficiais Aviadores, Intendentes e de Infantaria da Aeronáutica, o candidato deve ter idade mínima de 17 anos e máxima de 23 anos até o dia 31 de dezembro de 2017. Durante a realização do curso, o Cadete estará em regime escolar da Academia da Força Aérea.

Segundo o diretor-pedagógico da Academia do Concurso, Paulo Estrella, para se preparar para a seleção é muito importante que o candidato resolva o maior número possível de questões das provas já aplicadas. “Com esse exercício, o candidato passa a conhecer a abordagem normalmente cobrada pelos professores e quais são os conteúdos de maior peso ou mais frequentes na prova. Isso faz o candidato se preparar em uma melhor relação custo-benefício, pois as questões orientam o estudo”, ensina o especialista.

Estrella acrescenta que fazendo isso, o candidato tem um ganho na eficiência do estudo. “Ele passa a conhecer mais profundamente os conteúdos cobrados de forma profunda e superficialmente”, observa o especialista.

Para alcançar o sonho de ingressar nas Forças Armadas, a procura pelos cursos preparatórios começa cada vez mais cedo. É o caso do jovem Mario Ailton Gonçalves dos Santos, de apenas 13 anos, que pretende entrar para a Aeronáutica.

“Eu quero fazer o concurso por uma questão familiar e para a possibilidade de uma boa carreira futura”, conta o estudante, que é aluno do curso Tamandaré, CP10, Turma 910 do Projeto Mergulho.

Reportagem de Deborah Martins

Últimas de Economia