Sucesso nas Finanças: Investir em dólar requer cautela

Diante da conjuntura política do país, ainda há muita incerteza sobre mudanças e podemos dizer que é precipitado dizer que a moeda terá redução

Por O Dia

Rio - Diante da conjuntura política do país, ainda há muita incerteza sobre mudanças e podemos dizer que é precipitado dizer que o dólar terá redução. A situação merece ter cautela e estar atento ao movimento do mercado financeiro, mais precisamente à oscilação do câmbio.

Antes de decidir se vai comprar dólar e como investimento é preciso planejamento. Analise o quanto tem para investir e o quanto espera de retorno. Deve-se ter calma e ir aplicando aos poucos para correr menos riscos.

Vale lembrar que a transação tem cobrança de IOF para operações de câmbio em que se compra a moeda em dinheiro. A alíquota incidente é de 0,38%.

Pergunta e resposta

“Desde o anúncio do pedido de impeachment, o dólar vem desvalorizando se compararmos a maior cotação em 2016, quando ultrapassou R$4. No atual cenário político, haverá mais redução? É um bom investimento nesse momento do governo Temer?” Renata, Méier

Sua pergunta é muito adequada. Ainda há incertezas política e econômica e não se muda esse cenário em pouco tempo. É precipitado dizer que o dólar terá redução. O momento requer cautela e é preciso estar atento ao movimento do mercado financeiro, mais precisamente à oscilação do câmbio.

Antes de tomar a decisão de investir em alguma operação, planeje-se. Analise o quanto tem para investir e o quanto espera de retorno. O câmbio é muito volátil, o que dificulta sua a previsibilidade. Portanto, vá com calma. , Compre dólar aos poucos e correndo menos riscos. Ao final, você terá um preço médio de compra. O IOF para operações de câmbio em que se compra a moeda em dinheiro é 0,38%, uma vantagem para quem viajar para o exterior, pois nas compras com cartão, o IOF é de 6,38% (seis pontos percentuais a mais).

Marta Chaves é gestora nacional do curso de Ciências Contábeis da Estácio

Últimas de Economia