Sucesso na Carreira: Insatisfação profissional

Muitos profissionais se sentem confusos, e cada vez mais ansiosos, por verem o tempo passar enquanto a carreira sonhada está cada vez mais distante

Por O Dia

Rio - No momento em que fazemos a escolha de nossa carreira, no vestibular, somos ainda muito jovens e inexperientes. Em geral, não temos certeza da profissão que gostaríamos de seguir.

Mas cursamos e concluímos a faculdade, ingressamos em uma empresa e trabalhamos por alguns anos, até de repente nos darmos conta de que falta algo. Temos uma carreira, um bom emprego, mas, no fundo, não nos sentimos felizes. Muitos profissionais se sentem confusos, e cada vez mais ansiosos, por verem o tempo passar enquanto a carreira sonhada está cada vez mais distante. Veja como e quando planejar a mudança na carreira. 

Pergunta e resposta

“Me formei em Contabilidade e estou insatisfeito com minha carreira e conquistas profissionais. Vivo estressado e percebo que isso prejudica minha saúde e resultados no trabalho. Quero mudar de carreira. Por onde devo começar?” André, Estácio

Olá André. Quando a realidade fica aquém do que sonhávamos é natural sentirmos frustração. Então, o ponto é: como ajustar as expectativas à realidade? É necessário descobrir o que pode ou não ser transformado hoje, e criar as condições para as mudanças no futuro.

Investir em cursos de aperfeiçoamento ou em uma pós-graduação, por exemplo, pode facilitar a ascensão ou a mudança de profissão. Mas é bom lembrar que todos nós precisamos aceitar as limitações diante do que não é possível mudar hoje. 

Com o mercado de trabalho desaquecido, este não seria o momento ideal para escolher mudar de carreira, principalmente se você tiver a responsabilidade de arcar com despesas mensais. A taxa de desemprego está alta e ingressar em uma nova área torna-se ainda mais arriscado nesta fase.

Sugiro que você aguarde um melhor momento na economia e, enquanto isso, faça um planejamento para a transição. Converse com profissionais do ramo escolhido para saber como anda o mercado de trabalho e quais são as competências exigidas.

Identifique seus pontos fortes e fracos: habilidades, características de comportamento, conhecimentos e limitações. Melhore os pontos fracos: invista nos cursos necessários.

Pesquise o mercado, converse com pessoas experientes para identificar oportunidades. Faça pesquisas em sites de recrutamento, cadernos de emprego e empresas que contratam profissionais com seu perfil.
Avalie as vagas e verifique se você preenche os requisitos necessários.

Você precisará de cerca de um ano para concluir esse processo e adquirir as competências necessárias à mudança. Quando estiver preparado, cheque se o mercado de trabalho já voltou ao normal, elabore um bom currículo e envie para as empresas de seu interesse. Boa sorte e seja feliz.

Janaina Ferreira é coach e professora do Ibmec

Últimas de Economia