Última chamada para comprar presentes de Dia dos Namorados

Lojas oferecem descontos de até 40% e produtos a preços baixos. Economistas sugerem cautela

Por O Dia

Rio - Quem não garantiu um presente para agradar neste Dia dos Namorados ainda tem a chance de aproveitar ofertas em lojas e shoppings. De olho em uma das datas mais lucrativas para o comércio, lojistas chegam a oferecer descontos de até 40% em produtos para o 12 de junho. Os presentes cabem em todos os bolsos — há opções com preços a partir de R$ 19,90.

Mas economistas alertam: em tempos de crise, é preciso ter cuidado com o excesso de gastos e parcelamentos. Pesquisa do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre), da Fundação Getulio Vargas, mostra que os preços de itens geralmente procurados na data subiram mais que a inflação do período em relação ao ano passado.

Entre junho de 2015 e maio de 2016, a inflação pelo Índice de Preços ao Consumidor da FGV ficou em 9,15%. De acordo com levantamento, ficaram mais caros os valores de entradas para o teatro (alta de 24,9%), shows musicais (20,5%) e cinema (9,92%). A conta de bares e lanchonetes aumentou 9,44%.

Descontos%3A lojistas se preparam para a dataUanderson Fernandes / Agência O Dia

Economista do Ibmec, Gilberto Braga diz que o momento sugere cautela. O ideal é segurar o dinheiro e fugir dos parcelamentos. “O valor médio por presente deve ficar na faixa de R$ 140, mas o volume geral de compras cairá em torno de 8%. A dica é gastar menos e não se endividar. Vale usar a criatividade: colher flores no jardim, preparar um álbum de fotos na internet e preparar um jantar ou almoço, que é mais barato que comer fora de casa”, sugere.

É assim que a vendedora Daniele Moraes pretende economizar no domingo. Ela, que, no ano passado, gastou R$ 150 em um presente para sua namorada, a recepcionista Fani Costa, apostou em produto um pouco mais barato este ano, no valor de R$ 100.  “O presente será simples, porque estamos economizando. Mas, em compensação, vou preparar um momento bem romântico. Comprarei pétalas de rosa e vinho para surpreendê-la”, planeja.

De acordo com uma pesquisa feita pelo Serviço de Proteção ao Crédito, em geral, outros casais deverão se comportar como Daniele. O levantamento mostra que, entre os entrevistados, 20,3% projetam diminuir seus gastos.

Em média, o valor total desembolsado com os presentes será de R$137,48, 16,84% inferior ao ano passado. Entre os consumidores da classe C, a queda deverá ser maior, com índice de 22%, saindo de R$166,51 em 2015 para R$129,77 em 2016.

Achados baratinhos

Para não perder consumidores em tempos de crise, comerciantes apostam em generosos descontos. Na loja Limits do Center Shopping Rio, no Tanque, por exemplo, quem comprar três peças, leva a terceira de graça. Já na Le Postiche do West Shopping, em Campo Grande, uma nécessaire feminina sai de R$ 69,99 por R$49,99, desconto de 28%. Na loja há mochilas masculinas com desconto de 40%, de R$ 159,99 por R$ 99,99.

Há presentes que cabem em todos os bolsos. No Bangu Shopping, um colar com pedra de quartzo verde na loja Aquamar custa R$ 19,90. Já no Santa Cruz Shopping, um hidratante feminino do Quiosque Floral sai por R$39,90; uma bolsa da loja The Guest custa R$49,90; um chinelo masculino na loja Chineláticos fica por R$ 59,90.

Os shoppings vão abrir em horário especial. As lojas do West Shopping estarão abertas de 10h às 23h hoje. Amanhã, diversos estabelecimentos do Shopping Grande Rio vão abrir cedo. Casa & Vídeo, C&A, Centauro, Clube Melissa, Imaginarium, Leader, Marisa, O Boticário, Renner e Ricardo Eletro abrirão a partir das 10h; a Lojas Americanas, funcionará a partir do meio dia.

Colaborou a estagiária Laila Ferreira

Últimas de Economia