Sucesso na Carreira: Quando a equipe não atingir metas

Somente a identificação dessas diferenças possibilitará ao líder extrair as melhores características de cada pessoa, além de trabalhar suas limitações

Por O Dia

Rio - É preciso manter o foco no resultado, mas o bom relacionamento do líder com a equipe precisa ser preservado. Se as metas não forem alcançadas, antes da “bronca”, é preciso chegar perto do funcionário e entender o que está atrapalhando o resultado para, a partir do problema, oferecer ajuda.

Essa compreensão é essencial para gerenciar qualquer grupo de pessoas, que certamente têm distintas necessidades. Somente a identificação dessas diferenças possibilitará ao líder extrair as melhores características de cada pessoa, além de trabalhar suas limitações. Não entregar tarefas pode ter vários motivos, por exemplo, desmotivação ou falta de capacitação. Veja o que pode ser feito quando um funcionário não atinge as metas.

Pergunta e resposta

“Há 5 meses fui promovido e passei a tarefa que eu fazia para um subordinado que antes era meu colega de equipe. Mas ele passou a não entregar as tarefas no prazo e isso me prejudica. O que devo fazer?” Marcos, Realengo

Olá Marcos! Quando um funcionário não entrega as tarefas no prazo ou se o trabalho foi entregue no prazo, mas não está bem-feito, o primeiro passo é entender o que está atrapalhando o resultado para propor a solução correta. O principal é você ter consciência de que o seu objetivo é construir uma solução a dois.

A tarefa não cumprida, em geral, é causada por falta de capacitação ou da comunicação clara do que fazer e quando entregar. Se você comunicou claramente, é hora de conversar para ver onde o trabalho está “emperrando”. Primeiro dê ao funcionário a oportunidade de criar a solução para o problema. Pergunte “o que pode ser melhorado e de que forma eu posso ajudá-lo a melhorar?”. Ele irá se sentir apoiado por você, mais comprometido com a tarefa e mais responsável pela solução, se for o autor dela.

Se a conversa for difícil, ouça o que ele diz. Mantenha a calma, seja positivo, faça perguntas e não interrompa. Fale o resumo do que você ouviu de forma que ele esteja seguro que você está entendendo. Somente se você conseguir descobrir a verdadeira causa do que está travando o trabalho poderá solucionar o problema.

Talvez você precise de outras conversas para alinhar os objetivos da tarefa e sua importância, bem como para resolver o problema. E é possível que descubra que o funcionário não tem aptidão para a nova tarefa ou resiste à sua liderança e que não irá evoluir.

E se você tiver oferecido todos os recursos necessários para a execução do trabalho, inclusive treinamento, e não obtiver resultado? Você poderá tranquilamente decidir ajudá-lo a encontrar outra função, na equipe ou na empresa, mais adequada ao seu perfil. Assim, terá sido transparente e justo e nutrirá o respeito dele e da equipe por você. Boa sorte no processo!

Janaina Ferreira é coach e professora do Ibmec

Últimas de Economia