Minha Casa, Minha Vida 1 vai beneficiar 16 mil pessoas em seis estados

Programa tem obras retomadas

Por O Dia

Rio - As obras do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida — faixa 1, que estavam paralisadas, foram retomadas em seis estados, entre eles o Rio. A iniciativa, segundo o Ministério das Cidades, vai beneficiar 16 mil pessoas em cidades como Rio Branco, no Acre, Jequié, na Bahia, Marituba, no Pará, e outros municípios em Pernambuco, Rio Grande do Sul e São Paulo. São 4.232 unidades que vão absorver R$ 263 milhões.

A faixa 1 beneficia quem tem menor renda engloba os que recebem mais subsídios do governo federal. São 77 mil unidades habitacionais com obras paradas por falta de repasses.
Os empreendimentos habitacionais da faixa 1 do Minha Casa, Minha Vida são destinados às famílias com renda mensal bruta de até R$ 1,8 mil. Os valores dos imóveis variam de acordo com a localidade e até 90% do preço pode ser custeado pelo programa.

META PARA FAIXAS 2 e 3

Durante o anúncio da retomada das obras, ontem, o ministro das Cidades, Bruno Araújo, afirmou que a prioridade é dar continuidade às construções. Os trabalhos foram retomados em unidades com percentual de interrupção entre 75% a 90%.De acordo com o ministro, as paralisações aconteceram devido à redução do orçamento do programa de R$ 16 bilhões para R$ 2,21 bilhões em um ano</MC>.

A meta deste ano para as faixas 2 e 3 é chegar a 400 mil contratações, das quais 220 mil já foram feitas, enquanto o faixa 1 será retomado quando as obras paralisadas forem concluídas.

Últimas de Economia