Após fim do processo de recuperação judicial, Eneva espera crescimento

'O sucesso e a rapidez do processo de recuperação das companhias só foram possíveis com a cooperação e comprometimento de seus credores e acionistas'

Por O Dia

Rio - A Justiça do Rio decretou, na quarta-feira, o encerramento do processo de recuperação judicial da empresa Eneva, que atua na geração de comercialização de energia elétrica no país. A decisão foi do juiz Paulo Assed Estefan, da 4ª Vara Empresarial do Rio. Com o fim do processo da companhia, antiga MPX, de Eike Batista, e de sua subsidiária Eneva Participações, a empresa espera uma nova fase de crescimento.

O processo de recuperação judicial, apresentado em 9 de dezembro de 2014, tinha como objetivo reestruturar um passivo de R$ 2,4 bilhões de reais em créditos concursais da empresa. "O sucesso e a rapidez do processo de recuperação das companhias só foram possíveis com a cooperação e comprometimento de seus credores e acionistas, que se uniram em torno da sua reestruturação financeira", disse em nota a Eneva.



Últimas de Economia