O exagero que pode até matar

Jovem foi morto ao ser atraído por monstrinhos do Pokémon Go. Ele foi surpreendido por bandidos que o assaltaram

Por O Dia

Rio - Game viciante que já exterminou o bom senso de muita gente, o Pokémon Go fez sua primeira vítima. Para quem não sabe, o jogo consiste em você localizar, com seu smartphone, monstrinhos virtuais “escondidos” no mundo real (como se vê na ilustração aqui ao lado).

Com a ajuda do GPS, o jogador é encaminhado até o esconderijo da criatura, que pode estar em qualquer lugar — atrás do sofá ou embaixo de um carro, por exemplo.

Esta semana, na Guatemala, um rapaz de 18 anos foi morto ao ser atraído por esses monstrinhos a um lugar meio abandonado. Era uma emboscada. O jogador acabou surpreendido por marginais que o assaltaram e, em seguida, mataram-no a tiros. Essa armadilha tem sido bastante usada por pilantras dos EUA também.

Portanto, é bom ficar logo o alerta, porque o Pokémon Go está chegando por aqui e certamente vai deixar muita gente enlouquecida — inclusive os pais da garotada. Quer apostar?

Informação é Justiça

A semana foi marcada por novo bloqueio do WhatsApp por parte da Justiça brasileira. Foi lambança dos dois lados. A empresa não tinha nada que ser prepotente, comunicando-se em inglês com a juíza Daniela Barbosa Assunção. Bobagem da grossa. Mas a magistrada, por sua vez, não tinha que bloquear app usado por cem milhões de brasileiros. Pior ainda é ela não contar com assessoria na área de tecnologia. Se tivesse, saberia que é impossível interceptar conversas do jeito que ela queria. A Justiça tem que contar com a melhor das armas: informação. Somente na base do achismo, não chega a lugar algum.

É tremenda mão na roda

Eis aqui um bom aplicativo gratuito para ser usado. Trata-se do Google Keep, que é uma espécie de bloco de anotações bastante rápido e funcional, que armazena não só as suas notas, mas também listas, fotos e áudios. Como está no seu celular, facilita o compartilhamento entre os vários aparelhos do usuário. Ele funciona nos sistemas operacionais da Apple (iOS), Android (a maioria dos smartphones) e Google Chrome. É muito bom para quem está na rua o tempo todo. Você encontra a ferramenta em www.google.com.br/keep.

Últimas de Economia