Por thiago.antunes

Rio - O dólar fechou hoje pela sexta alta consecutiva em relação ao real. A moeda norte-americana chegou a cair pela manhã, mas ganhou fôlego e terminou o dia cotada a R$ 3,2381 no mercado à vista, com ganho de 1,02%. Em seis dias ininterruptos de alta, o dólar já ganhou 3,47% ante o real. 

De acordo com a agência Estadão Conteúdo, o noticiário internacional foi mais extenso que o doméstico, com investidores repercutindo incertezas quanto à política monetária dos Estados Unidos e as condições econômicas na Europa. Ainda assim, o mercado brasileiro mostrou que o quadro fiscal persiste como importante preocupação, justificando uma postura mais cautelosa.

Nesse contexto, a presença do Banco Central como comprador de moeda, agora com maior força, contribuiu para sustentar as cotações nos mercados à vista e futuro. No noticiário doméstico, o principal destaque foi a suspensão da votação da proposta de Emenda à Constituição que recria a Desvinculação de Receitas da União (DRU).

Bolsa em baixa

Negociada no maior patamar em quase dois anos, a Bovespa terminou o pregão de ontem em leve queda. O Ibovespa fechou em baixa de 0,27%, aos 59.166,01 pontos, depois de passar praticamente toda a sessão negativo. Mais cedo, chegou a perder o patamar dos 59 mil pontos, com mínima aos 58.829 pontos (-0,83%). Chegou a subir 0,16%, aos 59.418 pontos, pontuação máxima do ano. O giro financeiro somou R$ 6,42 bilhões Em agosto, a Bolsa acumula alta de 3,24% e, no ano, tem ganho de 36,49%.

Você pode gostar