Carta do pente-fino do INSS chega nos próximos dias

Segurados precisam manter cadastro atualizado para correspondência ser entregue no endereço certo

Por O Dia

Rio - O INSS começa a enviar nos próximos dias cartas a segurados que recebem auxílio-doença há mais de dois anos e não fizeram perícia neste período. Para facilitar a convocação para o pente-fino e evitar suspensão do benefício, devem atualizar o endereço. A alteração, se for necessária, pode ser feita pela central 135 ou no www.previdencia.gov.br.

Após o recebimento da correspondência, o segurado terá cinco dias úteis para agendar o exame pelo telefone. A convocação também será feita, a partir de novembro, por avisos em terminais eletrônicos dos bancos.

Inicialmente vão ser chamados 75 mil beneficiários de auxílio-doença que têm até 39 anos de idade e mais de dois anos de benefício e que não fizeram exame neste período. Quem não atender ao chamado no prazo estabelecido terá o benefício suspenso. A reativação só ocorrerá após o comparecimento e o agendamento de nova perícia.

O INSS trabalha com previsão de reverter entre 15% e 20% dos auxílios-doença. A economia para os cofres pode chegar a R$ 126 milhões por mês. O valor médio dos benefícios é de R$1.193,73. O segurado com domicílio indefinido ou em localidades não atendidas pelos Correios será convocado por edital publicado em imprensa oficial.

O agendamento e a convocação da revisão de auxílio-doença e das aposentadorias por invalidez obedecerão critérios como idade — da menor para a maior, e o tempo de manutenção do benefício — do maior para o menor. Assim, serão chamados primeiro os mais jovens e que recebem benefício há mais tempo.

Ao todo serão convocados 530 mil beneficiários com auxílio-doença. Outros 1,1 milhão de aposentados por invalidez com idade inferior a 60 anos também passarão pela avaliação em um segundo momento. Esse grupo deverá se apresentar a partir de março do ano que vem para fazer nova perícia.

Aplicativo para tirar dúvidas

Segurados do INSS convocados para revisão da perícia médica poderão acompanhar o pente-fino por meio de um aplicativo lançado o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário. O programa de Revisão dos Benefícios do INSS vai auxiliar os beneficiários a tirar as dúvidas sobre a necessidade de fazer novo exame.

Disponível para o sistema Android, o aplicativo também ajudará a diminuir o fluxo de atendimento nas agências da Previdência, principalmente no esclarecimento de dúvidas dos beneficiários. Na próxima semana, o serviço também estará disponível na App Store.

Em fase inicial, o aplicativo apresenta perguntas e respostas sobre a revisão que o governo federal está fazendo dos benefícios por incapacidade. Perguntas como “Quem será chamado primeiro” e “Como será feita a convocação” podem ser encontradas na ferramenta. O ministério estuda liberar em alguns meses o serviço de consultas de benefícios cancelados.

Últimas de Economia