Inflação oficial chega a 0,44%

Preço de feijão e batata recuam

Por O Dia

Rio - O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) chegou a 0,44% em agosto. No mês anterior, o indicador, considerada a inflação oficial do país, havia chegado a 0,52%, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Considerando apenas os meses de agosto da série histórica, a taxa é maior desde 2007.

Apesar de ter desacelerado de um mês para o outro, no ano, o índice acumulado subiu de 4,96% para 5,42% e, em 12 meses, de 8,74% para 8,97%, ainda acima do teto da meta de inflação do Banco Central, de 6,5%.

No mês, o que mais contribuiu para que a inflação perdesse força foi o aumento menor dos preços de alimentos e bebidas, que recuou de 1,32% para 0,30%, em agosto. Apesar da alta mais branda, o resultado é o maior para o item, considerando apenas os meses de agosto, desde 2012, quando havia ficado 0,88%, segundo o IBGE.

Recuo

O feijão carioca, que tem sido o vilão da inflação no país neste ano, ficou 5,6% mais barato, assim como a batata inglesa, cujo preço recuou 8%. As frutas, por outro lado, ficaram quase 5% mais caras. 

Últimas de Economia