Coluna do Aposentado: Previdência alerta para ação de estelionato

De acordo com secretaria, aposentados e pensionistas têm recebido ligações de desconhecidos que dizem ser do CNPS

Por O Dia

Rio - No momento em que o INSS começa a convocar por carta quem recebe auxílio-doença há mais de dois anos para fazer revisão de perícia médica, os segurados devem ficar atentos à ação de estelionatários que se fazem passar por servidores da Previdência com intenção de aplicar algum tipo de golpe. A Secretaria de Previdência, do Ministério da Fazenda, tem registrado denúncias de atuação de fraudadores que tentam extorquir os segurados do INSS via telefone.

De acordo com a secretaria, muitos aposentados e pensionistas reclamam que têm recebido ligações de desconhecidos que dizem que são integrantes do Conselho Nacional de Previdência Social (CNPS).

Previdência alerta para ação de estelionatoDivulgação

No contato, é solicitado que os segurados informem dados pessoais e façam depósito de valores em conta bancária para liberação de revisões de benefícios concedidos, por exemplo, à época do governo Collor e que teriam também direito de receber retroativos.

A secretaria alerta também que há situações em que os fraudadores enviam correspondência informando que se trata de “Auditoria Geral Previdenciária”, que estaria convocando para uma “Chamada para Resgate”.

Conforme o documento, os segurados teriam direito a sacar valores devidos a participantes de carteiras de pecúlio que teriam sido descontados da folha de pagamento em forma de aposentadoria complementar.

Para evitar que os segurados sejam prejudicados, a Previdência recomenda atenção e esclarece que não entra em contato com segurados por meio desse tipo de correspondência. Além de não solicitar dados pessoais por e-mail ou telefone e que não é feita cobrança para atendimento nem para prestar serviços.

“A principal recomendação para os segurados é que não utilizem intermediários para entrar em contato com a Previdência e, em hipótese alguma, depositem qualquer quantia para ter direito a algum benefício previdenciário”, informa a secretaria em Brasília.

O segurado do INSS que for alvo desse tipo de abordagem, a Previdência orienta ainda que não seja feito nenhum depósito em conta bancária ou forneça dados pessoais para terceiros que tentam se passar representantes do instituto. O segurado deve registre o caso na Polícia Civil e comunicar o fato à Ouvidoria-Geral da Previdência Social. Para entrar em contato com a Ouvidoria, basta ligar para a Central 135 ou acessar www.previdencia.gov.br.

Setor de inteligência

Em caso de golpes com prejuízos para a Previdência, a Assessoria de Pesquisa Estratégica e Gerenciamento de Risco, setor de inteligência da Secretaria de Previdência, atua em conjunto com a Polícia Federal e o Ministério Público Federal. As ações executadas buscam coibir crimes contra a Previdência, praticados por grupos, quadrilhas e organizações criminosas.

Congresso Nacional

As empregadas domésticas vão promover entre os dias 21 e 24 deste mês o 11º Congresso Nacional da categoria. O evento será na sede da Associação dos Aposentados do Banerj, em Jacarepaguá. Segundo a presidente do sindicato do Rio, Carli dos Santos, haverá debate sobre a ratificação da Convenção 189 da OIT que trata das condições decentes de trabalho para domésticas.

Últimas de Economia