Por rafael.nascimento

Rio - A quela rotina de frequentar obrigatoriamente a faculdade em sala de aula já faz parte do passado. Hoje, basta usar o tablet ou até mesmo o celular para fazer um curso à distância. A Escola Técnica Electra entrou nessa modalidade de ensino, abrindo 72 cursos de graduação e pós-graduação na última quinta-feira, em parceria com a Unicesumar, especializada em educação à distância. Cerca de 1,5 mil pessoas de todo o país já fizeram pré-inscrições e irão prestar vestibular até 10 de outubro.

Como não há espaço físico para as aulas, também não há limite de vagas. O candidato precisa acertar 20% das questões de Matemática e Português para efetivar a inscrição. Os alunos precisarão ir a uma das unidades da Electra para fazer as provas uma vez por mês. A instituição abriu polos no Centro do Rio, em Santa Cruz e em São Gonçalo. Na lista de pré-inscritos, há candidatos do Paraná, Mato Grosso e Sergipe. Mas a maior concentração é de pessoas de Minas Gerais e do interior do Rio, devido à maior proximidade com as unidades.

Marcio Zitenfeld cardia é diretor da Escola Técnica Electra. Vestibular para cursos segue até o dia 10Márcio Mercante / Agência O Dia

O comerciante Toniberto Rezende Correa, de 31 anos, pré-inscrito em Gastronomia, ilustra bem o perfil dos candidatos. Ele mora na pacata Pirapetinga, cidade no interior de Minas Gerais com apenas dez mil moradores, a 230 quilômetros do Rio. Dono de um restaurante, Toniberto procurou cursos de culinária, mas não teve sucesso. A alternativa foi apostar no ensino à distância. Ele irá prestar vestibular no polo do Centro do Rio, na terça-feira. “Encontrei o curso procurando na internet mesmo. A ideia é aprimorar os conhecimentos e trazer coisas novas para a minha cidade”, acredita.

Moradora de Juiz de Fora, também em Minas, Sulamita Oliveira se inscreveu em Design de Modas. A estudante de 17 anos aposta nessa tendência. “É mais uma opção. Além de fonte de informação, a internet pode servir como um bom ambiente para estudar”, analisa.

A recepcionista Lady Ane Procopio, 30 anos, que é de Pinheiral, próximo à Volta Redonda, também acredita nessa ideia. Mas por outro motivo. Ela tenta conciliar os estudos na faculdade de Arquitetura com os cuidados com o filho de 5 anos. Mas já pensa em abandonar o curso e apostar as fichas no ensino à distância. “Aí, poderia estudar em casa, a qualquer hora do dia. É só ter disciplina”, aposta Lady Ane, que fez pré-inscrição em Gestão Ambiental.

Marcio Zitenfeld Cardia, diretor da Escola Técnica Electra, acredita que é preciso explorar as alternativas que a tecnologia oferece. “A estrutura do ambiente virtual é tão completa que o aluno não precisa de tutoria presencial. Ele pode assistir as aulas no horário que quiser, com acesso direto aos professores”, diz , garantindo que a distância não é mais problema quando existe uma sala de aula virtual.

ENTENDA

OS POLOS
A Escola Técnica Electra abriu três polos de ensino à distância, para sediar provas mensais. Mais informações podem ser obtidas nas próprias unidades: Centro (2518-3344), Santa Cruz (2416-0528) e São Gonçalo (3715-7684).

SELO DE QUALIDADE
iniciativa surgiu em parceria com a Unicesumar, um dos dez maiores grupos educacionais do país. A universidade recebeu, nos últimos cinco anos, o conceito 4 no Índice Geral de Cursos (IGC), do Ministério da Educação, que concede conceitos de 1 a 5 às universidades do país.

MAIS PROCURADOS
Os cursos de Gastronomia, Design de Modas, Design de Interiores, Administração, Ciências Contábeis e Educação Física estão entre os mais procurados.

Você pode gostar