Presente para criança 7% mais caro

Variação de preços para o dia 12 de outubro ficou abaixo da inflação pelo IPC da FGV

Por O Dia

Rio - Os presentes que os pais vão dar para seus filhos no Dia das Crianças estarão mais caros cerca de 7%. A variação média dos valores dos produtos e serviços mais procurados para presentear no dia 12 de outubro foi de 7,19% este ano.

O resultado ficou abaixo da inflação acumulada entre outubro de 2015 e setembro de 2016, de 8,10%, pelo IPC/FGV. 

De acordo com uma avaliação por grupo de despesa, nenhum dos itens superou a inflação média. A oscilação dos preços das “despesas com lazer” apresentou alta de 7,38%. Nesse grupo, a maior taxa foi verificada para salas de espetáculo (cinema, show e teatro), a 13,56%, e, a menor, para excursão e tour (0,58%).

Comerciantes do Polo Saara esperam alta de 10% nas vendas este anoDivulgação

Já para o grupo “despesas com presentes”, cuja alta média dos preços foi de 7,51%, a maior alta ficou para os preços das bicicletas (13,26%) e, a menor, para vídeo games (1,73%). Por fim, nas “despesas com vestuário”, os preços registraram o menor avanço nos últimos 12 meses (4,11%). As roupas infantis subiram 3,96% e os calçados, 4,55%.

Apesar da correção dos preços dos presentes, os comerciantes estão otimistas e esperam registrar altas nas vendas para o Dia das Crianças. Segundo Toni Haddad, presidente do Polo Saara, no Centro do Rio, a expectativa é que ocorra um aumento de de 10%nas vendas, com destaques para brinquedos, roupas infantis e acessórios para Festas de Halloween, em 31 de outubro.

“Nessa época do ano sempre temos bastante procura nas lojas de brinquedos e roupas de crianças. Também aumenta bastante nessa época a busca por acessórios de Halloween, como fantasias e enfeites para festas", informa o presidente.