Por thiago.antunes

Rio - Dois dos cinco maiores bancos do país manifestaram interesse em assumir o Banco Postal e retiraram o edital para fazer as propostas, informou nesta sexta-feira o vice-presidente dos Correios, Cristiano Morbach. O executivo acredita que, até o fim da próxima semana, outras instituições devem se apresentar a tempo de elaborar oferta pelo negócio, criado para aumentar a inserção dos brasileiros no sistema financeiro.

De acordo com a Agência Estadão Conteúdo, a apresentação das propostas deve ocorrer no dia 11 de novembro. O edital também permite a participação de bancos menores, ao diminuir a exigência de capital das instituições financeiras interessadas no Banco Postal.

Morbach disse que a operação será bem-sucedida e contribuirá para melhorar o resultado dos Correios em 2016. O vencedor terá que pagar já neste ano R$ 600 milhões pelo negócio. Pela utilização da rede e participação nas tarifas bancárias, os Correios também embolsarão outros R$ 2,4 bilhões ao longo dos primeiros dez anos do contrato.

Para Morbach, os bancos criticam o modelo do Banco Postal como estratégia para baratear o negócio. Ele lembra que, embora o avanço dos canais seja uma realidade, a realidade do interior do Brasil é diferente e muitos municípios brasileiros só oferecem serviços financeiros pelos Correios.

Segundo o Banco Central, 1 987 cidades não têm agência bancária, mas 1.633 delas possuem um ponto de atendimento, como os Correios, que prestam serviços bancários básicos, como transferências, abertura de contas, saques e recebimento do INSS.

Você pode gostar