Por thiago.antunes

Rio - O Ministério do Trabalho voltou a alertar ontem que cerca de 948 mil trabalhadores da iniciativa privada e servidores públicos ainda não foram sacar o abono do programa PIS/Pasep referente ao ano de 2014.

No total, são mais de R$ 872 milhões que estão à espera de quem tem direito ao benefício de R$880. O prazo para a retirada dos valores vai terminar no próximo dia 30 dezembro. O recurso que não for sacado será devolvido ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

A pasta já prorrogou o prazo de saques do abono de 2014 por duas este ano. A primeira data-limite vencia em 30 de junho e foi estendida para 31 de agosto. Em seguida, o governo federal alterou novamente o calendário para a retirada, por considerar que não foi suficiente para que os trabalhadores fossem sacar o abono e, assim, perdessem o direito.

Servidores públicos que têm direito ao recebimento do Pasep podem fazer o saque dos R%24 880 em uma agência do Banco do BrasilMárcio Mercante / Agência O Dia

A última alteração de prazo levou a data para 30 de dezembro. De acordo com o Ministério do Trabalho, com as mexidas feitas no calendário de saques, 256.797 trabalhadores conseguiram tirar o dinheiro até o último dia 1º de novembro.

As retiradas do abono do PIS podem ser feitas nas agências da Caixa Econômica Federal e nas casas lotéricas. Já os servidores públicos com direito ao benefício do Pasep têm que ir a uma agência do Banco do Brasil (BB). Conforme o ministério, 190 mil funcionários públicos ainda não receberam o abono referente a 2014. Têm direito ao PIS um total de 758 mil trabalhadores da iniciativa privada.

O abono é devido ao trabalhador e ao servidor que estão inscritos no Programa PIS/Pasep por pelo menos cinco anos, que tenha trabalhado no mínimo 30 dias em 2014, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos.

É importante que os dados dos trabalhadores tenham sido informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).

Quem estiver com dúvidas sobre o direito ao abono pode consultar pela internet no endereço http://trabalho.gov.br/abono-salarial/. Basta que digite o CPF ou o número do PIS/Pasep, com a data de nascimento. Nas agências bancárias é recomendado, quando não conseguir sacar, solicitar uma consulta pelo CPF.

- Confira

Cartão e senha

Para sacar o abono, o trabalhador que possui Cartão Cidadão e senha cadastrada pode ir aos terminais de autoatendimento da Caixa, ou a uma lotérica.

Documento

Se não tiver o cartão deve receber em qualquer agência da Caixa ao apresentar documento de identificação. Informações pelo 0800-726 02 07 da Caixa.

Depósito em conta

Os servidores públicos que têm direito ao Pasep, precisam verificar se houve depósito em conta. Caso isso não tenha ocorrido, devem procurar uma agência do Banco do Brasil e apresentar um documento de identificação.

0800 do BB

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 0800-729 0001, do Banco do Brasil.

Central

A Central de Atendimento Alô Trabalho do Ministério do Trabalho e Emprego, que atende pelo número 158, também tem informações sobre o programa do PIS/Pasep.

Você pode gostar