Inflação acumula alta de 7,87%

Em outubro, a aceleração foi pressionada pelo aumento dos gastos com alimentação fora de casa (0,75%) e passagens aéreas (10,06%)

Por gabriela.mattos

Brasília - A inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), ficou em 0,26% em outubro. Apesar de ter registrado patamar acima de 0,08% de setembro, a taxa de 0,26% é a menor para meses de outubro desde 2000 (0,14%). Os dados foram divulgados ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O IPCA acumula taxas de 5,78% este ano, bem abaixo dos 8,52% do mesmo período de 2015, e 7,87% nos último 12 meses, abaixo dos 8,48% relativos aos 12 meses imediatamente anteriores.

Em outubro, a aceleração foi pressionada pelo aumento dos gastos com alimentação fora de casa (0,75%) e passagens aéreas (10,06%).

A inflação de serviços acelerou na passagem de setembro para outubro, de 0,33% para 0,47%, dentro do IPCA.

No entanto, a taxa acumulada em 12 meses recuou de 7,04% para 6,88%, o menor patamar desde o início da série histórica apurada pelo IBGE, em 2012.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia