Contracheque do INSS com reajuste pode ser acessado

Consulta ao documento com valores corrigidos começa a ser liberada na internet a partir de hoje para aposentados

Por O Dia

Rio - Os aposentados e pensionistas do INSS podem consultar a partir de hoje o contracheque dos benefícios de janeiro com o aumento concedido pelo governo. Os documentos começam a ser liberados para visualização na página www.previdencia.gov.br, tanto para os segurados do instituto que ganham o salário mínimo (R$937) quanto para quem recebe acima do piso.

A folha deste mês com os reajustes começa a ser creditada pelos bancos a partir do próximo dia 25.  Para os mais de 22 milhões de aposentados e pensionistas em todo o país que recebem o mínimo, a correção é de 6,48%: de R$ 880 para R$ 937. Este ano, não houve aumento real para este grupo, ou seja, acima da inflação. Os créditos para esse pessoal vão de 25 de janeiro a 7 de fevereiro. 

Benefícios de janeiro começam a ser creditados dia 25. O calendário de pagamento termina em 7 de fevereiroDivulgação

Já os mais de 9,9 milhões de aposentados, pensionistas e segurados do INSS que ganham mais do que um salário mínimo vão receber o pagamento deste mês com aumento de 6,58%. O percentual é baseado no acumulado do INPC de 2016 e calculado pelo IBGE. A correção das aposentadorias desses segurados será um pouco maior do que para quem ganha o piso. Os benefícios serão pagos de 1º a 7 de fevereiro.

Com o percentual de 6,58%, os benefícios de R$1 mil, por exemplo, vão subir a R$ 1.065,80. Quem ganha R$ 2 mil receberá R$2.131,60. As aposentadorias de R$ 2.500 serão corrigidas a R$ 2.664,50. Com esta correção, o teto previdenciário subiu de R$ 5.189,82 para R$5.531,31.

O Ministério da Fazenda publicou ontem no DO a portaria que oficializa o aumento de 6,58% para benefícios acima do salário mínimo.  A portaria estabelece as novas alíquotas de contribuição do INSS dos trabalhadores, domésticas e trabalhadores avulsos.

De acordo com a Previdência, são de 8% para quem ganha até R$1.659,38; de 9% para quem recebe entre R$1.659,39 e R$ 2.765,66 e de 11% para os vencimentos de R$ 2.765,67 a R$ 5.531,31. As alíquotas relativas aos salários pagos em janeiro deverão ser recolhidas apenas no mês que vem, informou ontem a Previdência.

Outros benefícios

O valor mínimo dos benefícios pagos pelo INSS como aposentadorias, auxílio-doença e pensão por morte será de R$ 937. Os benefícios da Lei Orgânica da Assistência Social (Loas) a idosos e deficientes também sobem para R$ 937. A cota do salário-família passa a ser de R$ 44,09 para o segurado com remuneração mensal não superior a R$859,88 e de R$ 31,07 para quem ganha entre R$ 859,88 a R$1.292,43 por mês.

Veja como ter acesso

- Na página

Os aposentados e pensionistas do INSS devem consultar os novos valores dos benefícios com correção na página da www.previdencia.gov.br.

- Serviços do INSS

Ao entrar na página da Previdência, os segurados devem procurar o campo ‘Serviços do INSS’ que fica do lado esquerdo da tela do site’ para começar a busca pelo contracheque.

- Extrato

Em seguida, os segurados do INSS precisam clicar em ‘Extrato de benefício de pagamento’, que remeterá para uma nova tela do site.

- Digitar dados

Neste campo, os aposentados e pensionistas do INSS deverão clicar em ‘Emitir Extrato’.

- Extrato

Será aberta uma nova tela (Extrato de Pagamento). Neste espaço, os segurados devem digitar os seus dados para ter acesso ao contracheque.

- Nº do benefício

O primeiro campo a ser preenchido é do número do benefício do segurado.

- Data de nascimento

Em seguida, é preciso digitar a data de nascimento, com quatro algarismos no ano: exemplo 1960.

- Nome do segurado

Por fim, vem o campo para preencher o nome completo do beneficiário, o número do CPF sem pontos, traços ou barras.

- Código de segurança

O sistema vai pedir para que o segurado do INSS digite o código de segurança que aparece na tela e depois clicar em visualizar. Em seguida o contracheque aparecerá na tela.

Últimas de Economia