Tarifa de embarque vai subir até 7,97%

Taxa para voo internacional chega a R$ 113

Por O Dia

Rio - O valor teto das tarifas dos aeroportos administrados pela Infraero terá reajuste de 7,9769%, informou a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Com o aumento, a tarifa máxima de embarque doméstico paga por todos passageiros passará de R$ 27,69 para R$29,90. O reajuste também é válido para a tarifa de embarque internacional, que aumenta de R$109,13 para R$ 113,04.

No caso do embarque internacional, o reajuste incide apenas sobre o preço de R$ 49,03 que é o custo efetivo da tarifa de embarque, sem incluir a arrecadação para o Fundo Nacional de Aviação Civil (FNAC), que é de R$ 60,10.

Segundo a Anac, as novas tarifas poderão ser praticadas somente 30 dias depois de a Infraero der publicidade aos novos valores. No caso dos aeroportos que foram concedidos à iniciativa privada — Guarulhos, Viracopos, Brasília, Confins, Galeão e São Gonçalo do Amarante —, os reajustes ocorrem em outras datas previstas nos contratos de concessão.

Os novos valores do embarque internacional, informou a Anac, incluem um adicional de US$ 18, atualmente equivalente a R$ 60,10, para arrecadação do Fundo Nacional de Aviação Civil (Fnac), fundo que foi criado para investimentos do setor aéreo.

Últimas de Economia