Programa Líderes do Futuro forma mais de 200 gerentes de loja

Na Via Varejo, por exemplo, o programa dura seis meses. São mais de 1,3 mil horas de capacitação

Por O Dia

Rio - Por muitos anos, Udson Sampaio percorria as ruas do Rio de Janeiro conforme a necessidade, trabalhando como camelô. No grito, tentava chamar a atenção de quem passava pela rua. E, quem sabe, conquistar clientes na base da conversa, trabalhando de sol a sol. Ou até mesmo nos dias de chuva, como ele costuma brincar. “Quando estava chovendo, vendia guarda-chuva. Quando estava chovendo, vendia picolé”, sorriu, ao lembrar de um outro tempo da sua trajetória profissional.

Aos 39 anos, Udson já conquistou um lugar certo: a cadeira de gerente nas Casas Bahia. Ele é um dos gerentes formados pelo programa Líderes do Futuro da Via Varejo, administradora das redes Ponto Frio e Casas Bahia. Só no ano passado, a empresa capacitou mais de 200 novos gerentes e subgerentes de loja durante um treinamento específico, que aborda questões de gestão de operações, estratégias comerciais, financeiras, temas de comunidade, sustentabilidade e até mesmo as redes sociais.

Funcionário da Via Varejo há nove anos, Udson decidiu participar depois do encorajamento de seus próprios gerentes. Depois de três anos tentando passar pelo processo seletivo do programa, ele ganhou sua própria unidade para gerir. “Quero incentivar outras pessoas, assim como me incentivaram. Minha intenção é promover a mudança na vida dos outros, como promoveram na minha”, projeta.

Treinos para formar líderes

Os programas de liderança continuam a ser uma estratégia das empresas para melhorar a produtividade dos funcionários e oferecê-los oportunidades de crescimento na empresa. Uma pesquisa da Associação Brasileira de Treinamento e Desenvolvimento (ABTD) elaborada em 2015 mostrou que 42% dos programas desenvolvidos pelas corporações brasileiras são voltados para a formação de novos líderes.

Na Via Varejo, por exemplo, o programa dura seis meses. São mais de 1,3 mil horas de capacitação. Depois de duas semanas de workshop, os funcionários passam por um processo seletivo. Os escolhidos vão para a fase de tutelagem, aplicação prática da teoria com o acompanhamento de um gestor.

Carlos Machado tem 30 anos e 11 de casa. E conseguiu conquistar o posto de gerente depois de seis anos na empresa. “Foi uma superação. É muito fácil ver o erro nos outros e não em você. O programa me deu muitos conhecimentos comportamentais sobre como lidar com as pessoas. Foi curto, porém muito efetivo”, relata o gerente, no último ano da faculdade de Marketing na Unopar.

Para participar da capacitação, o funcionário precisa ter ou estar cursando a graduação, mais de um ano e meio de empresa e ocupar as funções de vendedor, administrativo, gestor e consultor de loja.

Ascensão precoce

Preparação foi a palavra-chave para Carla Martins, que hoje gerencia a filial do Center Shopping, no Tanque, Zona Oeste. Já com faculdade e pós-graduação no currículo, ela disse já estar pronta quando conseguiu se tornar gerente, com apenas 26 anos. Há sete anos na Via Varejo, ela atribui o sucesso à dedicação. “É gratificante. Lutei muito para chegar aqui. Aprendi que nós temos que nos dedicar sempre. Foi o que eu fiz, me dediquei muito todos esses anos”, garante, com a certeza de quem se preparou, desde cedo, para ser líder.

Reportagem da estagiária Alessandra Monnerat

Últimas de Economia