Por thiago.antunes

Rio - O preço médio dos aluguéis residenciais no Município do Rio de Janeiro apresentou a maior redução no valor médio da locação, com baixa de 2,17% em janeiro na comparação anual, para R$32,61 o metro quadrado, segundo levantamento do DMI-Viva Real. Mesmo com a queda, a cidade é a segunda mais cara para aluguel residencial, perdendo apenas para São Paulo, onde o metro quadrado cobrado é R$35,71 para locação.

Já em todo país, o preço médio do aluguel residencial recuou 9,1% em termos nominais na comparação com igual período de 2016, atingindo R$ 23,08 por metro quadrado, o menor nível em 12 meses.

Na comparação com dezembro, houve queda de 1,4%, mostrou o levantamento, que pesquisou mais de dois milhões de imóveis usados em 30 cidades de diferentes regiões do país.

Para venda, o preço médio de imóveis residenciais no Brasil em janeiro sofreu desvalorização nominal de 0,23% em relação ao mesmo mês do ano anterior e de 0,36% ante o mês de dezembro, alcançando R$ 4.848 por metro quadrado, segundo o DMI-Viva Real.

Ainda conforme o levantamento, Brasília foi a cidade que tinha o metro quadrado mais caro para venda em janeiro (R$ 8,4 mil), seguida por Rio de Janeiro (R$7,2 mil), São Paulo (R$6,8 mil), Recife (R$ 6,1 mil) e Vitória (R$ 5,7 mil).

Índice Fipezap

Em todo ano passado os preço de locação de imóveis no Brasil caiu 3,23%, segundo relatório da Fipezap. Levando em conta a inflação medida pelo IPCA, de 6,29%, a queda real do Índice FipeZap de Locação foi de 8,95% no ano passado.

No mês de dezembro, os preços ficaram praticamente estáveis (-0,02%), registrando valor médio de R$29,99 por m² nas 11 cidades pesquisadas.

Você pode gostar