Coluna do Aposentado: Protestos contra a reforma da Previdência no Carnaval

Bloco dos Aposentados da federação da categoria no Estado do Rio (Faaperj) percorreu ruas do Centro do Rio na sexta-feira de Carnaval

Por O Dia

Rio - A mesma disposição para lutar por seus direitos foi demonstrada para sambar e desfilar por centenas de foliões que participaram do Bloco dos Aposentados da federação da categoria no Estado do Rio (Faaperj). Munidos de faixas contra a Reforma da Previdência e entoando o samba enredo em homenagem ao centenário das caixinhas beneficentes de crédito, os foliões percorreram as ruas do Centro do Rio em um trajeto que foi do Buraco do Lume e passou pelas ruas México e Santa Luzia, na sexta-feira de Carnaval. O clima foi de protesto e também de muita folia e alegria.

A melhor definição para o desfile do Bloco dos Aposentados do Rio foi da presidente da Faaperj, Yedda Gaspar, que também desfilou. Segundo ela, uma “pausa para a felicidade”, ao se referir às dificuldades e as lutas que os aposentados e pensionistas do país vêm encarando pela frente nos últimos anos e agora com a ameaça da PEC 287, que trata da Reforma da Previdência, e ameaça os direitos dos trabalhadores brasileiros.

Bloco dos Aposentados desfilou no Centro do RioDivulgação

Ela garante, no entanto, que apesar da “pausa” os aposentados vão retomar “a luta, chamando atenção para as dificuldades e injustiças que sofre a categoria”.

Idealizado e organizado pela federação, o bloco sai todos os anos desde 1991 e este ano mais uma vez marcou presença no Carnaval do Rio. Pelo menos mil foliões se esbaldaram durante o desfile e também não deixaram de protestar contra o governo Temer e por melhores condições de vida e respeito aos direitos dos idosos.

O samba do Bloco dos Aposentados — 100 anos de caixinha beneficentes de crédito mútuo teve como autores são Ney do Pagode, Jesus Chiquinho Tradição, Chiquinho Portela e Ton Anania.

E passado o Carnaval, as atenções das entidades representativas dos aposentados e pensionistas se voltam novamente para a luta contra a PEC 287.

Na próxima quarta-feira, Dia Internacional da Mulher, por exemplo, a Confederação Brasileira de Aposentados (Cobap) vai participar do seminário Reforma da Previdência: Ruim para todos, Pior para as Mulheres, no anexo E, auditório Interlegis do Senado Federal, em Brasília, às 9 horas.

De iniciativa da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social em parceria com a Confederação das Mulheres do Brasil, o evento contará com a participação da coordenadora da Auditoria Cidadã da Dívida, Maria Lúcia Fatorelli; da professora de economia da UFRJ, Denise Gentil; da secretária nacional da mulher da NCST e CNTI, Sônia Zerino; do deputado federal Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP) e do senador Paulo Paim (PT-RS).

Últimas de Economia