Preços dos remédios devem subir até 4,76%

Previsão de alta é do setor farmacêutico

Por O Dia

Rio - Os preços dos remédios nas farmácias devem ser corrigidos entre 1,36% 4,76% a partir do mês que vem. O cálculo do aumento dos medicamentos foi estimado pela indústria farmacêutica.

Conforme o levantamento da Interfarma, que representa o setor, a variação leva em conta os critérios que compõem a fórmula adotada pelo governo para fixar os índices mínimos e máximos.

Os percentuais oficiais deverão ser divulgados no fim do mês pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (Cmed). O reajuste vai incidir sobre os preços de pelo menos 19 mil produtos. Fazem parte dos critérios para o cálculo o IPCA, além de fatores como produtividade, custos dos insumos e concorrência do setor, todos já anunciados pelo governo.

Mesmo com o anúncio do aumento ocorrendo no fim de março, o repasse para o consumidor só deverá acontecer após a recomposição dos estoques das farmácias e fabricantes.

Últimas de Economia