Sebrae dará consultoria gratuita

Com parceria do BB, projeto vai orientar pequenos empresários como pegar crédito

Por O Dia

Rio - Os pequenos empresários terão consultoria gratuita do Sebrae para conseguir crédito para seus empreendimentos. O serviço será prestado por bancários que estão aposentados e que farão análise da capacidade de endividamento dos negócios, além de dar orientações para contratar financiamentos. A consultoria foi lançada ontem pelo Sebrae em parceria com o Banco do Brasil.

Batizado de Senhor Orientador, o projeto será gratuito e o atendimento presencial com duração de até quatro horas. O Sebrae estima que 36 mil micro e pequenas empresas serão atendidas este ano. Os aposentados que vão atuar no projeto receberão R$ 453 por empresa que orientarem.

O programa é uma etapa do “Empreender Mais Simples: Menos Burocracia, Mais Crédito”, do Sebrae e também do Banco do Brasil, que foi anunciado em janeiro. O objetivo é reduzir a burocracia que empreendedores acabam enfrentando e facilitar a vida ao orientar na busca de verbas para expandir os empreendimentos.

O programa “Empreender Mais Simples” prevê também a liberação de R$8,2 milhões em financiamentos para os próximos dois anos pelo governo federal e o investimento de R$200 milhões na melhoria de dez sistemas informatizados para auxiliar na gestão de empresas.

Conforme o Sebrae, o país tem hoje 11,5 milhões de micro e pequenas empresas, o que representa 98,5% de todas as empresas brasileiras. Ao todo, elas são responsáveis por 27% do Produto Interno Bruto (PIB) e por 41% da massa salarial. Metade dos pequenos negócios estão na região Sudeste. Estudo da entidade também indica que a inadimplência aumentou de 3,4% em 2012 para 8% em 2016.

O presidente do Banco do Brasil, Paulo Caffarelli, disse ontem a economia brasileira já começa a dar sinais de recuperação. Segundo ele, a demanda de micro, pequenas e médias empresas por crédito no BB subiu 20% em comparação com o ritmo que vinha sendo observado até fevereiro.“É o primeiro mês que temos essa recuperação”, afirmou Caffarelli, durante evento do BB e do Sebrae,em Brasília. 

Últimas de Economia